Cinco livros contemporâneos que não pode perder

Torto Arado – Itamar Vieira Junior

Torto AradoLivro Físico
Ebook

Nesta obra conhecemos a história das irmãs Bibiana e Belonisia e de todos os que as cercam. Um dia, ainda meninas, as irmãs invadem o quarto da sua avó para desvendar os mistérios que ela esconde numa mala debaixo da cama. Mas essa brincadeira, que deveria ter sido só uma brincadeira de crianças, tem um final trágico que mutila uma das irmãs para sempre. Esta é a história da vida destas duas irmãs, mas é também muito mais que isso. É a história de todo um povo. A história das mulheres que matavam os seus filhos para que eles não fossem escravos, a história dos homens que trabalhavam de domingo a domingo pelo simples direito de pisar a terra que lhes dava a comida, a história das pessoas para quem o dia da abolição da escravatura não passou de um dia igual a todos os outros. É a história de quem furava os pés nos picos do chão por andar descalço, das mulheres marcadas da pancada dada pelos maridos, de uma religião de danças e magias, de sofrimento e de muita, muita coragem.

 

Para Onde Vão os Guarda-Chuvas – Afonso Cruz

Wook.pt - Para Onde Vão os Guarda-ChuvasLivro Físico

Em Para onde vão os guarda-chuvas Afonso Cruz conseguiu criar uma fábula actual, onde a prosa têm poesia e, directamente ou não, se discutem os temas mais perigosos dos dias de hoje. Costuma-se dizer que não existe romance que não fale de amor, morte ou religião. Este romance tem os três e não peca em nenhum. As personagens são tão caricatas que podiam ser reais. O mudo Badini, profundamente sábio mas que não se pode exprimir por palavras. Fazal, o pai que queria ser invisível e o seu filho, Salim, a criança que queria voar como os aviões. E a Morte, que fala com o leitor como uma velha amiga.É um livro incrível por nos fazer olhar para o mundo que nos rodeia pelo olhar destas personagens que, apesar da morte, da guerra e da perda que passam têm o olhar cheio de magia e esperança. A brutalidade está em saber que a mensagem é real.

 

O Ministério da Felicidade Suprema – Arundhati Roy

Wook.pt - O Ministério da Felicidade SupremaLivro Físico
Ebook

Neste livro conhecemos primeiro Anjum, uma hijra com o sonho de ser mãe, que a vida muito maltrata. Depois, os outros: Zainab, a pequena ratola, Saddam, Tilo e os três homens que a amam… Conhecemos as suas histórias individuais, as suas dores, os seus problemas, a sua coragem. E no meio de todas essas histórias vamos conhecendo também a história da guerra, o defender das causas, os crimes, as mortes e as violações…Arundhati Roy tem o dom de dar um toque de magia e misticismo às suas personagens, sem as tornar menos reais por isso. A prosa tem um toque de poesia, como tantas vezes digo neste blog quando os livros estão realmente bem escritos. E, mais que tudo, ela consegue dizer as verdades mais incómodas, falar das realidades mais duras. Não diz meias verdades nem as mascara com ilusões.

 

Ensaio sobre a Cegueira – José Saramago

Wook.pt - Ensaio sobre a CegueiraLivro Físico
Ebook

De um dia para o outro as pessoas começam a ficar cegas. De repente, um mar de leite invade os olhares e todos passam a ver apenas branco. Os primeiros cegos são isolados, postos em quarentena, excluídos, por se pensar que a epidemia pode ser contagiosa. Mas com o tempo, apenas uma pessoa não cega, uma mulher. As personagens deste livro não têm nomes e em nenhum momento Saramgo diz que cidade é aquela que a epidemia atinge. Podia ser qualquer pessoa, qualquer um de nós, em qualquer cidade do mundo.
Um livro com o poder de nos fazer pensar.

 

Se Isto é um Homem – Primo Levi

Se Isto é um HomemLivro Físico
Ebook

Em Se Isto é o Homem conhecemos o testemunho de Primo Levi, um químico italiano, que foi prisioneiro no campo de concentração de Auschwitz. Vemos o dia a dia no campo, de uma forma real, sem falsos moralismos ou meias verdades. Este é um livro diferente. Não é um romance histórico escrito sobre alguém que nunca viveu aquela realidade. É um testemunho de alguém que sentiu a fome e o frio que os prisioneiros sentiam, de alguém que viveu entre o arame farpado do campo e que levou pancada dos guardas. Não vou dizer que este é um livro fácil de ler, porque não é. É um livro de leitura demorada, um livro que pesa em cada palavra, um livro para levar o seu tempo, apesar de nem ser um livro muito grande. E isso nem é porque não esteja bem escrito, pelo contrário: o livro está genialmente escrito.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s