Resumo de leituras [agosto 2022]

Cartas Portuguesas
Soror Mariana Alcoforado

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é image-154.png


Livro Físico

Soror Mariana Alcoforado foi uma freira portuguesa do Convento de Nossa Senhora da Conceição em Beja. As suas cartas de amor que agora lemos com o título de Cartas Portuguesas são dirigidas ao Marquês Noel Bouton de Chamilly, Conde de Saint-Léger e oficial francês. No entanto a autoria destas cartas continua a ser motivo de divergência até aos dias de hoje. As cartas desta obra são simplesmente belíssimas. São puras cartas de amor de uma mulher apaixonada, escritas de uma forma cativante. É curioso pensar que podem realmente ter sido escritas por uma freira. São cartas que sempre tiveram uma forte repercussão na sociedade e na literatura, tendo sido referidas por diversos outros autores. Uma leitura doce e comovente, um livro lindíssimo. Muito recomendado. 5*

A Sinfonia dos Animais
Dan Brown

Wook.pt - A Sinfonia dos Animais

Livro Físico

Em A sinfonia dos animais conhecemos diversos animais, cada um com as suas especificidades e caracteristicas. Apesar de serem todos diferentes, juntos fazem uma música muito melhor do que fariam sozinhos! Não sou fã dos livros para adultos de Dan Brown por isso não tinha grandes expectativas para este livro. Fiquei agradavelmente surpreendida! Um livro em verso, tremendamente bem escrito e que mostra um excelente trabalh de tradução, perfeito para agarrar os mais novos. Os poemas sobre os animais são divertidos, engraçados e ensinam sempre alguma coisa sobre eles. E para além disso, cada animal/cada página traz em si uma bonita mensagem para os mais novos! Muito recomendado! 5*

Quarto de Despejo
Carolina Maria de Jesus

Livro Físico

Carolina Maria de Jesus foi escritora, compositora e poetisa, uma das primeiras escritoras negras do Brasil. Frequentou a escola por apenas dois anos, vindo mais tarde a tornar-se coletora de papel. Viveu em extrema pobreza, na favela do Canindé, em São Paulo. Quarto de despejo é um diário escrito por Carolina Maria de Jesus enquanto viveu na favela. É um livro escrito de maneira muito simples, que mostra ao leitor a instrução simples da autora. E é também, claramente, um livro escrito com extrema honestidade. Provavelmente não passou pela cabela da autora, enquanto o escrevia, que ele pudesse alguma vez vir a ser publicado. E é, ainda, um livro verdadeiramente impressionante. A pobreza em que aquela família vivia, o dia a dia na favela, a dificuldade em arranjar até mesmo dinheiro para comprar comida… são descrições que nos deixam a pensar. É um livro sem papas na língua mas escrito de uma maneira extremamente (e estranhamente) leve. A primeira edição da obra contou com dez mil exemplares que esgotaram numa semana. A autora viria mais tarde a falar na repercussão que a publicação desta obra teve na sua vida: os vizinhos, habitantes da favela, consideraram a obra uma ofensa pois argumentavam que expunha as suas vidas pessoais. Carolina contava que começaram até a atirar para cima dela e dos filhos o conteúdo dos seus penicos. Livro muito recomendado. 5*

Medo do quê?
Rodrigo Abril de Abreu

Wook.pt - Medo do Quê?

Livro Físico

Medo do quê? Este é um livro que nos fala de um tema complexo, que são os medos das crianças, de uma forma extremamente simples. Todos temos medos: o medo da mudança, o medo do desconhecido, o medo do escuro… mas se calhar, há coisas boas que saem dos medos. Se calhar não é preciso ter medo… Um livro muito bonito e muito simples. Adorei o texto mas admito que não fiquei fã das ilustrações/fotografias, que me pareceu que ficaram um pouco aquém. Recomendado. 3*

Até as princesas dão puns
Ilan Brenman

Wook.pt - Até as Princesas Dão Puns

Livro Físico

Um dia a Laura chega a casa e faz uma curiosa pergunta ao pai: as princesas também dão puns? O pai, que gostava muito de livros, vai então à estante e tira de lá o Livro Secreto das Princesas, um livro que tem os segredos mais obscuros das princesas que todos conhecemos como a Cinderela, a Branca de Neve e a Pequena Sereira. E tem até um capítulo sobre os problemas de flatulência das princesas… Um livro divertidíssimo, que vale muito a pena, sobre puns e princesas. Recomendado! 3*

Ser uma princesa dá muito trabalho
Sarah Kilbride

Wook.pt - Ser uma Princesa Dá Muito Trabalho

Livro Físico

Ser uma princesa dá muito trabalho. Imenso trabalho! É preciso estar sempre perfeita e penteada, a cheirar bem ser bem comportada. Na verdade, ser uma princesa pode ser uma tarefa muito aborrecida. É muito melhor ser uma menina normal, não é? Um bonito livro para todas as meninas que se calhar até querem ser princesas, mas que no final percebem que é muito melhor ser uma menina normal. Um livro engraçado, muito bem escrito e que fala de uma forma muito fluída com as pequenas leitoras. As ilustrações estão belíssimas. Muito recomendado! 4*

A Ilha
João Gomes de Abreu

Livro Físico

Os habitantes da ilha eram de todas as formas e feitios: altos e baixos, gordos e magros, carecas e cabeludos. Os habitantes do continental também: uns eram altos e outros baixos, uns gordos e outros magros, uns carecas e outros cabeludos. Ainda assim, os habitantes da ilha queriam ser mais como os habitantes do continente… queriam ser continentais! Decidem então construir uma ponte que ligue a ilha ao continente. Começam por tirar a pedra da sua montanha, para construirem a ponte e os seus pilares… mas a montanha acaba antes da ponte estar construída. Depois, decidem fazer o resto da ponte suspensa, usando para isso a madeira das árvores da sua floresta…mas a floresta acaba antes da ponte estar terminada. Então, como o continente está quase ali, decidem criar um pontão de areia com a areia da sua praia para finalmente chegarem ao continente. Mas a maré cheia do continente é mais alta que a maré cheia da ilha… Um livro brilhante, sobre aquilo a que aspiramos e a forma como o homem usa e abusa de tudo ao seu redor para alcançar os seus objetivos. Os habitantes da ilha acabam por nunca se tornar continentais e por ficar sem ilha para a qual voltar, um final triste mas apelativo, um forte reflexo da realidade. Bonito e sem dúvida muito instrutivo. Recomendado! 5*

Sangue & Fogo
George R. R. Martin

Livro Físico

Em Sangue e Fogo George R. R. Martin revisita o universo que criou em Guerra dos Tronos. Vai ao passado da história e conta-nos o que aconteceu com a família real Targaryen, de quem descende Daenerys Targaryen, uma das “candidatas” ao trono em GOT. Conseguimos perceber porque terminou o reinado desta família, porque começaram os dragões a desaparecer e quais foram as repercussões disso na sociedade de GOT. A escrita de George R. R. Martin é brilhante. Os livros deste autor são, na sua maioria, livros que se devoram. Esta obra em particular é repleta de “história”, eventos históricos que decorreram naquele mundo ficcional e ainda assim ele consegue que o leitor fique agarrado a cada página, a cada linha. Depois, para quem leu GOT e achou que o autor gostava muito de matar personagens, tenho a dizer: preparem-se. Acho que nunca tinha lido um livro onde morressem tantas personagens principais. É uma história agressiva, com mortes, guerras, dragões, assassinatos, incesto… Mas é isso que conquista o público de GOT. Eu tenho sempre algum receio quando começo a ler a prequela ou sequela de alguma história de que tenha gostado. Em muitas, nota-se uma perda de qualidade, pois essas histórias são muitas vezes criadas apenas para vender mais. Em sangue e fogo eu não notei isso, muito pelo contrário. A história não desilude, não diminui, só acrescenta. Um livro excelente. Muito recomendado! 5*

A História das Abelhas
Maja Lunde

Livro Físico

Neste história conhecemos a história das abelhas em três épocas diferentes. William vive em 1852, é um biólogo sem tempo para os seus estudos após ter tido oito filhos. Até que um dia decide criar uma nova e inovadora colmeia. George é um apicultor de 2007 que constrói as suas colmeias à mão e luta para que o seu filho, Tom, decida tomar conta do negócio da família. Tao é uma mulher chinesa em 2098, que vive numa época em que as abelhas já não existem e a comida escasseia. O seu trabalho é polinizar manualmente árvores de fruto. Até que um dia o filho sofre de um estranho ataque… A História das Abelhas é um livro distópico mas que, como algumas grandes distopias, podia ser real. Sabemos que as alterações climáticas estão cá e as abelhas são também um dos elementos em perigo. E um dos mais valiosos. É tocante a forma como este fala deste tema, como alerta para este perigo e nos deixa a remoer no assunto. É ficção mas quase podia não ser. E tem realmente alguns factos de história da apicultura ali no meio. É um livro de leitura fácil, apesar de já ter uma quantidade razoável de páginas, que se lê em menos de nada. Vamos viajando de uma personagem para outra, de um tempo para outro, o que faz com que o leitor nunca se canse da leitura. E é um livro realmente muito bem escrito, de forma interessante, que põe lado a lado grandes questões da humanidade e grandes questões familiares, que acontecem muitas vezes. Adorei e sem dúvida é um livro que me vai ficar na memória. Um alerta real. Recomendado. 5*

O Zen e a Arte da Escrita
Ray Bradbury

Livro Físico

Ray Douglas Bradbury nasceu a 22 de agosto de 1920 em Waukegan, Illinois, EUA e faleceu a 5 de junho de 2012 em Los Angeles na Califórnia. A maioria do seu trabalho é de ficção cientifica mas escreveu em diversas áreas. Fahrenheit 451 é a sua obra mais conhecida e já falámos dela neste link. Em O Zen e a Arte da Escrita Bradbury fala-nos do ofício de escritor relatando-nos a sua própria experiência pessoal, como ele próprio chegou aos textos que escreveu, e acaba também por dar diversos conselhos sobre, por exemplo, como criar uma voz e um estilo ou alimentar uma ideia. Fiquei apaixonada. Acho que é esta a melhorforma de descrever como me senti ao ler este livro. A escrita de Bradbury é acessível, lê-se muito bem e apesar de ele ser bastante prático e realista senti que no fundo do texto dele se nota o amor que nutria pela sua arte. Acho que isso me fez gostar ainda mais deste livro. Conhecer a experiência de escrita de um autor como Bradbury é impressionante e a maneira como ele fala sobre este seu ofício é extremamente interessante. E útil. Foi uma boa leitura, e é certamente um livro a que vou querer voltar mais tarde, talvez até ter na estante para ir revisitando de quando em vez. Muito recomendado. 5*

Viagens
Olga Tokarczuk

Livro Físico

Olga Tukarczuk nasceu a 29 de Janeiro de 1962 em Sulechów, na Polónia. Formada em psicologia, venceu em 2018 o prémio Man Booker Internacional e o Prémio Nobel da Literatura. Dela já falámos dos livros Outrora e outros tempos e Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos. Viagens é o terceiro livro que leio desta autora e estou assumidamente fã. Admito que não era o que esperava. Viagens é um livro de pequenos textos, histórias com diversos protagonistas, aeroportos, diversos países. Basicamente, é um livro sobre a essência de viajar, sobre o que é sem nómada, peregrino, sobre o ir sem destino por aí. Não é um livro fácil de ler. É um livro pesado, denso, mas muito apaixonante. Sem dúvida algo que os verdadeiros amantes de viagens vão adorar. Eu adorei, conseguimos sentir-nos no lugar daquelas pessoas, ver o que elas vêem, sentir o que elas sentem. Para mim, levou-me a ver as viagens sobre um ponto de vista totalmente diferente daquele a que estou habituada. Em alguns momentos dei comigo a pesquisar algumas definições e lugares de que o texto falava porque pensava “Não, isto não pode ser real”. A verdade é que eram! Fiquei verdadeiramente surpreendida e encantada. Foi uma leitura dura, longa, mas que se transformou num abrir de olhos, de alargar de horizontes. 5*, recomendado!

Killers
Virginia López

Livro Físico

Virginia López nasceu em 1979 em Valladolid. Estudou jornalismo e trabalho como correspondente para vários meios de comunicação social. Em Killers Virginia traz-nos as histórias de 11 assassinos em série e dos seus crimes, incluindo o português que ficou conhecido como Cabo Costa e Jeffrey Dahmer, canibal. As histórias destes criminosos estão escritas quase em jeito de conto, com bastante pormenores e de uma forma extremamente direta. A escrita é fácil de ler, mas tenho de admirar que me custou ler este livro. São relatos de casos verdadeiramente perturbadores, que nos deixam de boca aberta, nó no estomâgo e realmente mal dispostos. A autora não se coibiu de dizer tudo. Para quem gosta deste género, é um livro excelente. Mas não é uma leitura fácil. Quase custa a crer que se tratam de casos reais, de pessoas reais. São bons exemplos do que há de pior na humanidade. É de uma crueldade indescritivel. Um livro bom mas mórbido. Recomendado. 4*

Não se entra duas vezes no mesmo rio
Davide Drumond

Livro Físico

Davide Drumond nasceu no Funchal em 1975. É licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e trabalha como bibliotecário na Rede Municipal de Bibliotecas de Almada. O seu primeiro livro, Não se entra duas vezes no mesmo rio, foi vencedor do Prémio Literário Cidade do Funchal Edmundo Bettencourt. A trama de Não se entra duas vezes no mesmo rio desenrola-se na época da troika, em volta do tema do desemprego e da pobreza. Acompanhamos aqui várias personagens que trabalhavam num jornal e que de um momento para o outro se vêem desempregadas, com um futuro repleto de incerteza; bem como as suas famílias. Incerteza essa capaz de levar ao ato mais drástico da vida de alguém… Não se entra duas vezes no mesmo rio é uma obra curta, com 109 páginas, e que se lê de um trago. A leitura é fácil e a história agarra o leitor desde o início. Sentimos as dores e as preocupações de cada personagem, conseguimos perceber os diferentes lados da história e muitos de nós, que também vivemos e sobrevivemos naquela época, identificamo-nos realmente com aquelas personagens. É um livro simples e curto que toca no coração do leitor, com uma história forte e repleta de emoções. Muito recomendado.

Antologia Dialogante de Poesia Portuguesa
selec. e notas Rosa Maria Martelo

Livro Físico

Quem me conhece sabe que eu adoro poesia. No entanto, este é um género literário que eu não trago muitas vezes aqui ao blog. Primeiro, porque são posts que habitualmente nunca têm tanta “saída”; e depois porque é sempre difícil saber o que dizer exactamente sobre um livro de poesia. Ainda assim há livros de que é impossível não falar. E esta antologia apaixonou-me de tal maneira que não podia deixar a sua leitura passar em branco. A Antologia Dialogante é exactamente isso… uma antologia de poemas de diversos autores em que os poemas dialogam entre si. A obra divide-se em conjuntos de cerca de 3 ou 4 poemas na sua maioria. Interessou-me, inicialmente, pelo seu valor enquanto obra de estudo literário. É curioso ver estas ligações poéticas e é sem dúvida um assunto que daria pano para mangas. Mas entretanto acabei por adorar esta leitura também enquanto fã de poesia que sou. Requisitei o livro da biblioteca, mas vai ser certamente uma das próximas compras. Magnífico! Livro preferido! Muito recomendado! 5*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s