Leituras à Volta do Mundo: Nigéria

Hoje voltamos ao Leituras à Volta do Mundo para falar de Literatura Nigeriana. Esperamos que gostem!

Ayòbámi Adébáyò

Li um livro desta autora recentemente, o Fica Comigo, e adorei, por isso tinha de ser a primeira desta lista. Ayòbámi nasceu em 1988 em Lagos, na Nigéria e, até ao momento, esta é a sua única obra. Aqui conhecemos Yejide e Akin, casados desde os tempos de faculdade, onde se conheceram e apaixonaram. Agora, decorridos vários anos, Yejide espera por um milagre: uma criança.
Uma história linda e dolorosa.

 

Chimamanda Ngozi Adichie

transferir (2).jpg

Chimamanda Ngozi Adichie nasceu em Enugu a 15 de Setembro de 1977 e é uma feminista e escritora nigeriana.
Entre as suas obras contamos com Americanah, A Cor do Hibisco, A Coisa à Volta do Teu Pescoço e Meio Sol Amarelo. Nas suas obras Chimamanda fala de identidade, nacionalidade, raça, diferença, solidão e amor. É uma autora contemporânea em franca ascensão e está a tornar-se numa das vozes mais importantes da literatura actual.

 

Chinua Achebe

Resultado de imagem para chinua achebe

Chinua Achebe nasceu em Ogidi a 16 de Novembro de 1930. Foi um romancista, poeta, crítico literário e um dos autores africanos mais reconhecidos do século XX. Em português, das suas obras, temos apenas o Quando Tudo se Desmorona a história de Okonkwo, um guerreiro afamado em nove aldeias dos Ibo, na Nigéria, entre o final do século XIX e o início do século XX e A Flecha de Deus.

UNA MUJER EN UN CAMPO DE REFUGIADOS

Ninguna Virgen con el niño podría conmover
Su ternura por un hijo
Pronto debería olvidar…
El aire estaba tan pesado con los olores de diarrea,
De niños no lavados con costillas macilentas
Y traseros desecados balanceándose con pasos dificultosos
Detrás de vientres vacíos reventados. Otras madres allí
Hace rato han parado de cuidar, pero no ésta:
Sostiene una sonrisa fantasmal entre sus dientes,
Y en sus ojos la memoria
Del orgullo de una madre….ello lo había bañado
Lo había masajeado con las palmas desnudas.
Ella tomó de su atado de posesiones
Un peino roto y peinó
El cabello color ladrillo que quedaba en su cráneo
Y luego-zumbando en sus ojos-comenzó cuidadosamente a separarlo
En su antigua vida esto era tal vez
Un pequeño acto cotidiano sin consecuencias
Antes de su desayuno y escuela, ahora ella lo hizo
Como poniendo flores en una tumba diminuta.

Poema de Chinua Achebe

 

Wole Soyinka

Imagem relacionada

Wole Soyinka nasceu em Abeokuta na Nigéria a 13 de Julho de 1934. É considerado o dramaturgo mais notável de África e em 1986 venceu o Prémio Nobel da Literatura. Em Portugal, pelo que pude perceber, apenas uma das suas obras foi editada: Os Intérpretes, uma história sobre um grupo de jovens intelectuais nigerianos que procuram interpretar-se a si mesmos, assim como a sociedade em que vivem.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s