Letra para um hino – Manuel Alegre [Poema da Semana]

É possível falar sem um nó na garganta
É possível amar sem que venham proibir
É possível correr sem que seja fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.

É possível andar sem olhar para o chão
é possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros
se te apetece dizer não grita comigo: não.

É possível viver de outro modo.
É possível transformares em arma a tua mão.
É possível o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre livre livre.

 

Manuel Alegre

 

04x30-simples-arabesco-opa0581-903dfc734097eae03815132976773313-640-0

Resultado de imagem para manuel alegreManuel Alegre

Manuel Alegre de Melo Duarte nasceu em Águeda a 12 de Maio de 1936. Estudou direito na Universidade de Coimbra. As suas fortes opiniões politicas levam a que o regime de Salazar o envie para fazer serviço militar nos Açores e, mais tarde, levam a que passe 10 anos exilado em Argel. Nos seus textos vemos muito essa influência politica, a influência da luta pela liberdade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s