Book Haul [Janeiro e Fevereiro 2021]

1984 – George Orwell e Fido Nesti
(Novela Gráfica)

Wook.pt - 1984

Livro Físico
Post no Blog

No ano 1984, Londres é uma cidade lúgubre, em que a Polícia do Pensamento vigia de forma asfixiante a vida dos cidadãos. O mais grave dos crimes é ter uma mente livre. Winston Smith é um peão nesta engrenagem perversa e a sua função é reescrever a História para a adaptar ao que o Partido considera a versão oficial dos feitos. É o que faz, até decidir questionar a verdade do sistema repressor. Na ânsia de liberdade e verdade, arrisca a vida ao apaixonar-se por uma colega, a bela Julia, e rebelar-se contra o poder vigente. Publicada originalmente em 1949, a obra mais poderosa de George Orwell é, pela primeira vez, adaptada a novela gráfica, no traço do artista brasileiro Fido Nesti, que capta magistralmente os rostos, corpos e cenários de um mundo que, cada dia, é menos difícil de imaginar.

A Cidade de Vapor – Carlos Ruiz Záfon

Wook.pt - A Cidade de Vapor

Livro Físico
Post no Blog

Um rapaz decide tornar-se escritor ao descobrir que as suas invenções despertam um pouco mais de interesse por parte da menina rica que lhe roubou o coração. Um arquiteto foge de Constantinopla com os planos de uma biblioteca inexpugnável. Um estranho cavaleiro tenta Cervantes a escrever um livro como nunca existiu. E Gaudí, a caminho de um misterioso encontro em Nova Iorque, deleita-se com a luz e o vapor, a matéria de que deveriam ser feitas as cidades. A publicação de A Cidade de Vapor, obra póstuma que reúne, pela primeira vez, 11 contos inéditos de Carlos Ruiz Zafón, é uma homenagem a que, certamente, se juntarão os seus leitores.

O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca – Ana Pessoa

Wook.pt - O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca

Livro Físico
Post no Blog

N não é uma menina, é Karateca. N tem 14 anos, quase 15, e o seu maior sonho é ser cinturão negro e beijar Raul. N gosta de escrever, mas prefere lutar com o Raul. (escrever é uma seca.) Isto não é um diário. Não tem chave, não tem segredos. (sim, tem segredos.) Também tem vontade própria, páginas movediças, palavras como «diarreia» e «romântico» e personagens como a bruxa má que quer aprender a ser boa e a mosca que não sabia quem era. Isto é o Caderno Vermelho da Rapariga Karateca. O objeto preferido de N, um animal de estimação, uma personagem, uma pessoa de verdade. (O que é a verdade?) O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca é a primeira obra de Ana Pessoa e venceu a última edição do prémio Branquinho da Fonseca – Expresso / Gulbenkian, na modalidade Juvenil. Com este título, o Planeta Tangerina inaugura a coleção para leitores mais crescidos Dois Passos e Um Salto.

O Infinito num Junco – Irene Vallejo

Wook.pt - O Infinito num Junco

Livro Físico

A Invenção do livro na antiguidade e o nascer da sede dos livros. Este é um livro sobre a história dos livros. Uma narrativa desse artefacto fascinante que inventámos para que as palavras pudessem viajar no tempo e no espaço. É o relato do seu nascimento, da sua evolução e das suas muitas formas ao longo de mais de 30 séculos: livros de fumo, de pedra, de argila, de papiro, de seda, de pele, de árvore, de plástico e, agora, de plástico e luz. É também um livro de viagens, com escalas nos campos de batalha de Alexandre, o Grande, na Villa dos Papiros horas antes da erupção do Vesúvio, nos palácios de Cleópatra, na cena do homicídio de Hipátia, nas primeiras livrarias conhecidas, nas celas dos escribas, nas fogueiras onde arderam os livros proibidos, nos gulag, na biblioteca de Sarajevo e num labirinto subterrâneo em Oxford no ano 2000. Este livro é também uma história íntima entrelaçada com evocações literárias, experiências pessoais e histórias antigas que nunca perdem a relevância: Heródoto e os factos alternativos, Aristófanes e os processos judiciais contra humoristas, Tito Lívio e o fenómeno dos fãs, Sulpícia e a voz literária de mulheres. Mas acima de tudo, é uma entusiasmante aventura coletiva, protagonizada por milhares de personagens que, ao longo do tempo, tornaram o livro possível e o ajudaram a transformar-se e evoluir – contadores de histórias, escribas, ilustradores e iluminadores, tradutores, alfarrabistas, professores, sábios, espiões, freiras e monjes, rebeldes, escravos e aventureiros. É com fluência, curiosidade e um permanente sentido de assombro que Irene Vallejo relata as peripécias deste objeto inverosímil que mantém vivas as nossas ideias, descobertas e sonhos. E, ao fazê-lo, conta também a nossa história de leitores ávidos, de todo o mundo, que mantemos o livro vivo.

Ler o Mundo – Michélle Petit

Wook.pt - Ler o Mundo

Livro Físico

Este livro é uma apologia. Para que a literatura, oral e escrita, e a arte sob todas as suas formas tenham um lugar na vida de todos os dias, em particular na das crianças e dos adolescentes. Nasceu de uma revolta contra o facto de se estar cada vez mais obrigado, se se defende as artes e as letras (ou as ciências, também), a fornecer provas da sua rentabilidade imediata, como se essa fosse a sua única razão de ser. Ao longo das múltiplas intervenções feitas perante bibliotecários, professores, promotores da leitura ou alunos que se preparam para tais funções, Michèle Petit foi levada a responder – sem nostalgia nem receio face às revoluções da comunicação – a estas questões simples e actuais: para que serve ler, porquê ler hoje, porque devemos incitar as crianças a fazê-lo? Quais são os fundamentos da importância da literatura, mas também, de forma mais genérica, da transmissão cultural? Como transmitir o gosto da leitura e o das práticas artísticas?

1984 – George Orwell

Wook.pt - 1984

Livro Físico

Winston Smith é um membro do Partido. Trabalha no Ministério da Verdade, onde passa os dias mecanicamente a reescrever a história, de modo a ajustá-la às necessidades do governo. A cada dia que passa, a cada nova mentira, cresce nele uma revolta surda. Num mundo em guerra constante, sob a vigilância omnipresente das câmaras e dos Polícias do Pensamento, Winston é um homem profundamente só, preso a uma organização burocrática infernal. Até ao dia em que a quase desconhecida Julia lhe passa sorrateiramente um bilhete para a mão. E nesse dia a ideia de rebelião contra o sistema começa a ganhar forma. 1984 é talvez a mais arrepiante e realista visão que a ficção nos deu acerca dos regimes totalitários. Obra especulativa, projeta no futuro uma sociedade distópica e disfuncional, onde impera o Grande Irmão (ele próprio uma ficção dentro da ficção). A hipervigilância a que são submetidas as personagens, o sentimento prevalecente de paranoia e a autocensura servem aqui para profetizar a ditadura perfeita, onde nem a liberdade de pensamento sobrevive. Clássico absoluto, que o tempo tem vindo a refinar, ganha ano após ano uma nova atualidade – porque as formas de totalitarismo evoluem, mas o seu objetivo último não: a abolição da memória e do julgamento crítico.

**Sinopses de wook.pt**

Bianca – Robert Elegant

Era a época dos inquisidores e dos mecenas, dos mercadores e dos assassinos, dos governantes sem escrúpulos e dos mártires, dos mescenários e dos artistas. Bianca Capello foi uma mulher de beleza deslumbrante e coragem singular, que desempenhou um papel decisivo na história do Renascimento. Fugida da sua cidade natal, Veneza, caiu nas malhas de um aventureiro florentino; em Florença tornou-se amante – e depois esposa – de Francisco Médici, grão duque da Toscana. Este facto torna-la-ia alvo dos ódios do cardeal Fernando, que planeava usurpar o trono do seu irmão Francisco. A populaça, instigada por Fernando, acusava-a de ser uma bruxa e uma rameira… Bianca é um extraordinário fresco literário que espelha as grandezas e misérias do Renascimento. (**Sinopse da contracapa do livro**)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s