Como criar um mini-leitor [Dia Internacional do Livro Infantil]

Resultado de imagem para pai leitura

Celebrou-se no passado dia 2 de Abril o Dia Internacional do Livro Infantil. Escolhido por ser o dia de nascimento do aclamado escritor Hans Christian Andersen, autor de algumas das histórias infantis mais lidas em todo o mundo, este é um dia para festejarmos com as nossas crianças e para nos lembrar da importância da promoção da leitura e da formação de novos leitores. Se o hábito da leitura vier logo de tenra idade, é muito mais fácil mantê-lo para a idade adulta e favorecer a literacia, a empatia, e todas as outras capacidades que a leitura nos ajuda a desenvolver.

Recentemente saiu pelo expresso um artigo que afirma que Metade dos Pais Não Tem Hábitos de Leitura. Sensacionalista? Talvez um pouco. Vejo muitos pais nas bibliotecas e a lerem livros aos filhos, bem como avós com netos. No entanto creio que este valor não ande muito longe da verdade.

O certo é que a leitura é importante e incentivar as crianças a ler também o é. Por isso hoje vamos falar de alguns hábitos que nos podem ajudar a “criar mini-leitores”, hábitos que passam longe da atitude que é obrigar uma criança a ler. Querem saber quais são?

 

Dê o exemplo

Resultado de imagem para pilha de livros

Dar o exemplo é, claro, o primeiro de todos esses hábitos.
É sabido que as crianças aprendem, antes de tudo o resto, por imitação: fazem o que vêem fazer. Por isso, se os pais lerem, se eles virem os pais de livro na mão, a tendência vai ser imitá-los. É um bom começo.

 

Deixe os livros em locais acessíveis

Resultado de imagem para livros  rasgados

Não tornar um livro um objecto de culto, sempre parado e empoeirado na estante, é outro factor importante. A proibição de mexer, leva ao medo de mexer. Deixar os livros espalhados pela casa, deixá-los brincar com os livros (mesmo que estraguem, sim), transforma este objecto em algo acessível, ajuda-os a gostarem do livro  em vez de temê-lo. Se tiver livros que não quiser mesmo ver destruídos, deixe-os mais altos, fora do alcance. Mas não faça disso uma proibição aberta. Garanta que a criança tem sempre livros à mão.

 

Torne o livro (e a leitura) em algo divertido

Resultado de imagem para atividades promocao leitura

Ler livros aos mais novos quando eles ainda não sabem ler (e mesmo depois de saberem) ajuda-os a desenvolver o interesse pelas histórias. Afinal, qual é a criança que não gosta de uma boa história? Mais ainda se ela for lida de maneira divertida. Faça diferentes vozes para diferentes personagens, imite todas as onomatopeias que tiver que imitar, ruja e mie. Não tenha medo de fazer figuras tristes, eles vão adorar!
Se a criança já souber ler ou estiver a aprender a ler, também pode desafiá-la a ler sozinha, a fazer ela as vozes das personagens, a ler com amigos ou a fazer perguntas sobre a história. Alguns livros podem ser adaptados a diversos jogos e actividades. Se não se achar com capacidade disso, muitas bibliotecas e associações têm actividades desse género, gratuitas, onde pode levar os mais novos. Eles vão adorar!

 

Deixe-os escolher!!

Resultado de imagem para pais a ler

Este é um ponto que muitas vezes não nos lembramos mas que é um dos mais importantes. Se tentar impingir a uma criança livros que ela não quer, ela até pode ler, mas ao fim de algum tempo vai acabar por se afastar e perder o interesse. Deixe-os escolher o que eles gostam! O seu filho quer ler todos os 200 livros que a biblioteca tem sobre dinossauros em vez daquele clássico infantil que foi recomendado na revista de educação? Deixe-o ler! O seu filho anda sempre com aquela velho e amolgado livro da Anita, e não liga aos livros novos que lhe meteu na estante? Deixe-o andar! Ele há-de seguir para outras leituras, quando quiser e se sentir preparado. Na leitura, como em tantas outras coisas, cada criança tem o seu próprio tempo e maneira de evoluir.

 

Rotina

Resultado de imagem para pais ler deitar

Insira os livros na rotina diária, como um momento divertido, não uma obrigação. Escolha um momento do dia, por exemplo ao deitar, para ler uma pequena história aos seus filhos, ou crie os “20 minutos de leitura” para a família toda. E faça desse momento, um momento sem distracções. Tv’s e tablets desligados.
Adapte à sua família, à sua rotina. O importante é que esse seja um momento de prazer, não de obrigação e castigo. Se algum dia não quiserem ler, não obrigue a isso. Aqui, a técnica do “seja o exemplo” pode bem dar uma ajudinha…

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s