Histórias e Bibliotecas: As Madeiras da Trafaria

Hoje, inauguramos uma nova rubrica aqui no blog: Vamos falar de bibliotecas que primam pela diferença.

E a primeira é uma biblioteca que, apesar de pequenina, desde cedo decidiu ser diferente.

Todos nós estamos habituados a solenidades. Grandes arquitectos planejam o espaço do próximo centro cultural, grandes empresas fornecem os móveis, muitas vezes depois de concursos complexos e mais ou menos  honestos.

Mas esta biblioteca não. Nesta, as mobílias foram quase todas construídas por centenas de voluntários, quer portugueses quer estrangeiros. À mão.

Já pensou construir as estantes da sua biblioteca?

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s