Nove hábitos para o sucesso profissional

Amor Próprio e Auto-estima

O primeiro e mais importante para para ser uma pessoa bem sucedida e feliz pode até parecer demasiado simplista, mas a verdade é que não é tão fácil de obter como parece. Afinal, quem nunca duvidou de si próprio? Quem nunca se julgou incapaz, inútil, ou pensou que se saiu bem porque “teve sorte”?
Se quer começar a ter sucesso, comece primeiro que tudo por gostar de si, por confiar em si e saber realmente do que é ou não capaz. Se venceu foi por capacidade, não por sorte. E sabe que mais? Você é a pessoa mais importante da sua vida, por isso é melhor começar a gostar de si!

 

Educação e formação continua

Não precisa de ser necessariamente um curso superior, mas a verdade é que manter-se actualizado acerca da sua área de trabalho, dos temas que lhe interessam e até a nível de cultura geral é algo essencial. As pessoas, quando deixam de aprender e de se esforçar para aprender, têm tendência a tornar-se piores profissionais e muitas vezes até piores pessoas. A mente “fecha-se”. Por isso já sabe, mantenha-se actualizado e nunca, jamais, pense que já sabe tudo o que há para saber. Isso nunca vai ser verdade!

 

Tempo para si

Trabalhar, trabalhar, trabalhar. Há quem julgue que para ter sucesso a nível profissional, é essencial trabalhar sem parar, mais do que todos os outros. E ok, é bem possível que tenha de trabalhar algumas horas a mais do que a maioria, se se quiser sair melhor que a maioria. Mas não se esqueça de si! De novo digo, você é a pessoa mais importante da sua vida, e é essencial fazer coisas de que gosta e que lhe dêem prazer, ter um hobbie, descansar, fazer uma viagem; basicamente, qualquer coisa que sirva para descomprimir, aliviar e ajudar a que não tenha um esgotamento nervoso. Aproveite a vida!

Superação e Desafios

Ou melhor, atitude. Atitude é uma das coisas mais importantes da vida, e não só a nível profissional! Aceite os desafios como o que eles são: desafios. Não vale a pena lamentar-se infindamente por cada pedra que encontra no caminho, vai precisar de a vencer de alguma forma se quiser ter sucesso. Enfrente os desafios de frente, encare-os, não os tema. Se vencer, óptimo! Se não vencer, lembre-se que é uma lição aprendida e todas as lições são importantes! Da próxima vencerá!

 

Saber dizer não

Ser a melhor pessoa do mundo, aquela com quem todos podem contar, a quem todos pedem socorro, a que sempre salva tudo e faz tudo, mesmo o que não era sua função, não é a melhor politica. As pessoas têm memória curta, principalmente quando os ajudam sempre que precisam e você vai acabar por se descuidar de si, do seu trabalho e das suas coisas se estiver sempre a ajudar toda a gente. Não digo para não ajudar ninguém, claro, apenas para saber reconhecer os seus limites. Escolha as suas lutas… e trave apenas as que valem mesmo a pena!

 

Falar de projectos, não de pessoas

Quem passa a vida a falar da vizinha do lado, do colega de trabalho ou até mesmo do big brother, normalmente, é alguém que não chega muito longe. Porquê? Porque perde o seu tempo com coisas inúteis, a falar de pessoas e coisas que em nada vão mudar a sua vida. Não faça isso! Gaste o seu tempo antes a ter ideias, a ler um bom livro, a aprender algo novo, a criar algo novo. Produza algo, aprenda algo, não se limite a olhar para dentro de janela alheia. Isso não serve de nada.

 

Não se comparar

Como se costuma dizer, “a galinha da vizinha é sempre melhor que a minha”. Todos somos melhores ou piores que alguém, em alguma coisa; se começa a comparar-se com todos vai acabar bloqueado, a pensar que nunca irá ser tão bom ou a achar-se melhor com os outros, o que vai prejudicar a sua performance. Não se compare, aceite-se a si e aos outros como seres individuais e complementares, cada um com pontos fortes e fracos. Isso vai até ajudá-lo a trabalhar melhor em equipa.

 

Assumir os erros e aprender

Só os tolos estão convencidos que não erram. Quando errar, assuma os seus erros e as consequências deles. Isso revela maturidade e, vamos ser honestos, ninguém confia em quem põe sempre a culpa dos seus erros em cima dos outros. Há quem tenha sempre uma desculpa, um argumento. Mas por vezes, o melhor a fazer é dizer “Sim, errei, aprendi e não volta a acontecer”.

 

Economizar: investir em vez de comprar

Ou melhor dizendo, gastar nas coisas certas. Há quem queira ter sempre as últimas tendências, os telemóveis mais novos, os carros mais caros. E depois, no fim do mês, o dinheiro não chega nem para pagar a renda. Conheça as suas finanças, saiba quanto pode gastar e defina prioridades. Afinal, o que é mais importante, aquela blusa de marca ou o curso que o pode levar a uma promoção? Aprender ou ter? Viajar ou exibir, Ser ou fingir?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s