Amigo Imaginário – Stephen Chbosky

250x (1)

“Christopher olhou para a frente, para as crianças que entravam na escola, com os seus casacos grossos e os seus gorros. Havia centenas delas. Centenas de bebés que nasciam de centenas de pais. Cada qual o herói da sua própria vida. Todas aquelas vozes e aqueles segredos e pensamentos.”

 

wcds
Stephen Chosby

Stephen Chbosky nasceu a 25 de Janeiro de 1970 em Pittsburgh e é um escritor, argumentista e director de cinema norte-americano que ficou conhecido pelo livro “The Perks of Being a Wallflower” (“As Vantagens de Ser Invisível”) de 1999. 

Em Amigo Imaginário conhecemos Christopher e a sua mãe, Kate Reese. Em fuga de uma vida cheia de más experiências, acabam por ir dar a Mil Grove, uma pacata e isolada vila. Achando que nunca iriam ser encontrados ali, Kate toma a decisão de ficar. Parecia ser o sitio ideal para dar finalmente uma vida normal ao filho. E a principio tudo corre bem. Mas algo macabro se esconde naquela vila e é então que Christopher desaparece durante seis dias. E volta diferente…

Tendo em consideração que tenho o blog e que tento actualizá-lo o máximo possível, já não tenho por hábito ler livros com a dimensão deste livro. As suas 862 páginas são sem dúvida muito. Um verdadeiro tijolo, como diz o meu namorado. Ainda assim estava tão curiosa com esta história que decidi correr o risco.

Agora que acabei, continuo a achar que 862 páginas são páginas a mais. Poderia, arrisco eu, ser um tanto ou quanto mais resumido. É uma leitura que demora, devido à dimensão da obra, mas ainda assim é uma boa leitura. Fácil de ler, acabei por nem demorar tanto assim.

Quando peguei em Amigo Imaginário esperava um livro de terror/suspense, talvez um thriller psicológico realmente bom. E ele é um pouco de tudo isso, mas também vai além disso. Para além da história assustadora, do suspense psicológico, do nervosinho normal que este género de livros costuma deixar nos leitores, este livro tem também uma profundidade pouco comum neste género.

No meio da acção e do terror, esta obra toca questões bem mais profundas e eu pessoalmente não estava nada à espera disso. Foi uma leitura muito boa, com muitas reviravoltas, que não deixou pontas soltas e que é bem capaz de nos pôr a pensar em uma ou outra coisa realmente importante. É sem dúvida um livro que vale muito a pena!

Christopher cresce de uma forma maravilhosa enquanto personagem ao longo de toda a história. De facto, todas as personagens nesta obra crescem. E são personagens realistas, com pequenos e grandes problemas, como todos nós. A maneira como conhecemos primeiro os seus defeitos para depois conhecermos os motivos que as levam a ser assim foi algo que me tocou particularmente. Empatia parece-me ser uma das palavras fortes deste livro. E amor. Mesmo sendo ele um livro de terror e suspense, é uma história com uma bonita lição, lá no fundo.

E faz isso tudo sem perder o seu valor enquanto thriller e suspense.

Stephen Chbosky criou realmente uma história mágica e completa que nos relembra Stephen King. Uma obra-prima que consegue tocar na alma e no coração dos leitores sem deixar de ser ao mesmo tempo perturbador e excitante. Por isso eu digo-vos, sim, 862 páginas são muitas páginas, mas não se assustem que vale muito a pena! Soberbo!

Livro muito recomendado!!

5*

Livro na Wook

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s