O Torcicologologista, Excelência – Gonçalo M. Tavares

“-Ninguém consegue olhar muito tempo para as costas de um herói. Os olhos não suportam tanta audácia de omoplatas e espinha dorsal.”


“-Na Grécia Antiga, a palavra destino, diga-se, tinha uma conotação bem mais forte. Destino como algo que determinava o sentido da existência, por exemplo. Soava um pouco melhor.
-Pois sim. Mas numa cidade moderna, o destino é o sitio onde o homem sai de dentro do carro.”

 

O Torcicologologista, Excelência é um livro de diálogos. Diálogos e mais diálogos, que não são uma peça de teatro mas bem podiam ser levados à cena. Eu, com toda a certeza, iria ver essa peça! Diálogos com questões importantes, que beiram a loucura e o humor mas que, acima de tudo, refletem os dias de hoje. Sempre com um pouco de surrealismo à mistura. Ou assim esperamos.

Nunca tinha lido nada de Gonçalo M. Tavares, mas sem dúvida que compreendo agora o reconhecimento dado a este autor. Neste livro ele não quis saber de história, de lógica, nem tão pouco de opiniões alheiaa. O que senti ao ler esta obra é que ele escreveu o que quis escrever e pronto. E é para isso que a escrita serve.

Acho que estes diálogos podem facilmente sofrer de falta de compreensão por muitos. Mas para mim, eles são exactamente o pôr o dedo na ferida do que é a nossa sociedade. E tomara a muitos autores fazerem isso com tanta destreza.

Para além disso, os diálogos fizeram-me lembrar um pouco a escrita de Abel Neves em Além as Estrelas são a Nossa Casa, apesar de os autores escreverem em registos totalmente diferentes. Abel Neves é amor, Gonçalo M. Tavares é revolução. Ainda assim são semelhantes e eu adoro Abel Neves. Tinha saudades de ler um livro assim. Bom, verdadeiro, honesto, capaz de criar inimigos. Sem dúvida alguma, capaz de criar inimigos.

Ler este livro é como andar à roda sem sair do lugar; é bater com a cabeça nas paredes; é conduzir no parque de estacionamento que é a vida. É a realidade, nua e crua, disfarçada com humor e surrealismo. É um livro que não é para qualquer leitor, um livro para quem vem de mente aberta e sabe olhar com olhos de ver.

Fiquei francamente com um ligeiro receio de ler outra obra deste autor e de me desiludir, porque as expectativas vão estar muito altas depois deste Torcicologologista (ainda não consigo escrever isto sem copiar!). Mas veremos.

Livro muito recomendado. Um daqueles livros que todos devíamos ler uma vez na vida e de que muitos não iríamos gostar por ser demasiado bom. Sim, livros assim existem. São é difíceis de encontrar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s