As coisas que os homens me explicam – Rebecca Solnit

Wook.pt - As coisas que os homens me explicam

Livro Físico

“Ele interrompeu-me assim que mencionei Muybridge.
– Ouviu falar no livro muito importante sobre Muybridge qque saiu este ano?
Eu estava tão imersa no papel de ingénua que me fora atribuido que aceitei sem questionar a hipótese de ter saído outro livro sobre o mesmo tema, na mesma altura que o meu, e de isso me ter escapado de alguma maneira.”

(p. 13)

“Quando eu era jovem, várias mulheres foram violadas no campus de uma universidade importante e as autoridades reagiram dizendo a todas as alunas para não saírem sozinhas depois de escurecer ou para nem sequer saírem. Tranquem-se em casa! (O isolamento está sempre à espera de apanhar as mulheres.) Uns brincalhões quaisquer afixaram um cartaz a anunciar outra solução: que todos os homens fossem excluídos do campus depois de anoitecer. Era uma solução igualmente lógica, mas os homens ficaram chocados por lhes pediram para desaparecer, para abdicarem da sua liberdade de se moverem e participarem na sociedade, tudo por causa da violência de um só homem.”
(p. 77)

Rebecca Solnit - Grupo Companhia das Letras

Rebecca Solnit é uma escritora norte-americana que nasceu em 1961 em Bridgeport. Nas suas obras aborda temas tão dispares como o feminismo, o ambiente ou a política e é colaboradora da Harper’s Magazine.

A autora começa esta obra a relatar um episódio em que um homem se gaba, durante uma festa, de ter lido um livro (que claramente não tinha lido), tentando explicar-lhe o assunto sem sequer perceber que a autora do livro… era ela. A partir desse ponto fala de diversas situações em que a desigualdade de género e o machismo são claramente evidentes mas que são extremamente frequentes e nas quais muitas pessoas nem sequer reparam.

Ri muito com algumas situações deste livro, mas é sempre um riso meio amargo, quando estamos a rir de alguma coisa que não tem graça nenhuma mas é tão ridiculo. É uma espécie de humor negro que retrata a nossa realidade. A verdade aqui é dita sem paninhos quentes e dói.

A autora tem uma escrita incrível, um sentido de análise e de lógica impressionante que conquista o leitor em cada palavra e revela, sem dúvida, imensa personalidade neste texto. E é, também, um livro que nos traz factos, não apenas suposições.

Provavelmente um dos melhores livros que já li dentro deste género. Uma obra que todos deviam ler!

Recomendado! 5*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s