À mesa com Georges Simenon [Ementa Literária]

Georges Simenon

Georges Simenon nasceu a 13 de fevereiro de 1903 em Liège, na Bélgica e faleceu a 4 de setembro de 1989 em Lausanne, na Suíça. Escreveu 192 romances, 158 novelas, várias obras autobiográficas, artigos e reportagens sob o seu nome e mais 176 romances, dezenas de novelas, contos e artigos sob 27 pseudónimos diferentes. Desses, 75 romances e 28 contos eram protagonizados pelo Comissário Maigret, uma das grandes personagens da literatura policial. Podem ver os livros deste autor neste link.

Hoje, voltamos com a nossa série de ementas literárias e vamos espreitar a mesa deste comissário ficcional. Parece-vos bem?

Sopa
Vichyssoise

“Eles acabaram por escolher uma vichyssoise refrescante e o pato com laranja, que era o prato do dia.”
(A Defesa de Maigret)

A Vichyssoise é uma sopa tradicional francesa. Antigamente era servida em todas as estações do ano, agora prevalece durante as estações quentes por ser uma sopa que habitualmente se serve fria.

Ingredientes: 500 g de alho francês (só a parte branca); 1 cebola; 250 gr batatas; 1,5 l de caldo de frango (preferencialmente caseiro); 100 ml de natas; azeite, sal e pimenta qb; croutons para acompanhar

Receita: Refogue as batatas, a cebola e o alho francês cortados até dourarem; em seguida junte o caldo e deixe ferver por 30 min; triture tudo com a varinha mágica, junte as natas, o sal e a pimenta e deie cozinhar por mais 10 min; sirva frio, com croutons.

Peixe
Brandade de Bacalhau

“Desta vez tratava-se de uma brandade de bacalhau…
Pardon tinha-lhe telefonado na véspera:
– Está livre depois de amanhã? Gosta de brandade de bacalhau? É a favor ou contra as trufas?
– A favor!”

(O Revólver de Maigret)

A brandade de bacalhau é uma receita rápida e prática, que teve origem na França no final do séc. XIX e de lá se espalhou para Espanha e Portugal.

Ingredientes: 1 kg de bacalhau desfiado e dessalgado; 60 cl de azeite; 25 cl de leite; 8 batatas lavadas e descascadas; 1 cebola; sal, pimenta e noz moscada qb; 1queijo ralado a gosto; 3 dentes de alho;

Receita: Coza as batatas com a cebola e os temperos e passe com a varinha mágica até formar um puré homogéneo; faça um refogado com azeite e os dentes de alho e quando alourar junte o bacalhau bem desfiado e deixe cozinhar um pouco; num tabuleiro que possa ir ao forno coloque metade do puré de batata, depois o bacalhau e por fim o restante do puré de batata; polvilhe com queijo ralado e leve ao forno até gratinar

Carne
Coq au vin blanc

“Eles comiam rilletes da região, um coq au vin blanc e depois do queijo de cabra, babás de rum.”
(Maigret e o Assassino)

Coq au vin é um prato típico da culinária francesa, feito à base de galo e vinho tinto; a receita que vos trazemos aqui é uma variação do original, o coq au vin blanc, feito com vinho branco. As versões com vinho branco são geralmente de outros lugares que não a França, com excepção daquelas que mencionam o vinho branco da alsácia, que é o que as personagens utilizam nos livros de Maigret.

Ingredientes: 1 galo cortado em pedaços; 4 cenouras; 1 alho francês; 1 cebola; 4 chalotas; 2 dentes de alho; 1 ramo de salsa; tomilho, louro, sal, noz moscada e pimenta qb; 15 gr de farinha; 10 cl de vinho branco; meio limão; 1 ovo; 100 gr de natas; 1 cl de aguardente; manteiga

Receita: Descasque e esmague os dentes de alho; descasque e corte em pedaços os restantes legumes; numa caçarola deite uma cenoura, o alho francês, a cebola, a salsa e as batas do galo; junte água, tomilho e louro e deixe cozinhar; noutro tacho derreta um pedaço de manteiga e aloure os bocados do galo; retire-os e deite no tacho o resto das cenouras, as chalotas e os dentes de alho; baixe o lume e deixe ferver por 10 min; volte a colocar os pedaços do galo e acrescente a farinha, o vinho branco, o tomilho, a noz moscada, sal e pimenta e o caldo que preparou e deixe cozer at´o galo ficar macio; numa tigela bata uma gema de ovo, as natas, a aguardente e o sumo de metade de um limão; quando o galo estiver cozinhado deite numa travessa, cubra com este molho e sirva.

Sobremesa
Bolo Moka

“Cogumelos à bordalesa – coq au vin – bolo moka – beaujolais – aguardente velha…
Almoçou bem senhor Maigret? – perguntou a pitoresca Mélanie, que contava entre a sua clientela várias personagens célebres e as tratava a todas com uma familiaridade maternal. – Copiei-lhe a receita para a senhora Maigret. Ela já experimentou?”
(Maigret e a morte de Cecília)

O bolo moka é um bolo clássico da confeitaria francesa feito à base de café. Foi inventado em uma confeitaria no bairro de Saint-Germain e tem corrido a Europa!

Ingredientes do bolo: 180 gr de açucar; 50 gr de margarina; 7 ovos; 200 gr de farinha com fermento; 2 colheres de sopa de licor de café; 50 gr de avelãs

Ingredientes do creme: 250 gr de margarina; 150 gr de açucar em pó; 3 colheres de sopa de café; 1 ovo + 1 gema

Receita do bolo: Bata o açucar com a margarina e as gemas até obter um creme homogéneo; junte a farinha e as claras batidas em castelo firme ao preparado anterior, envolvendo calmamente; divida a massa em duas formas iguais e leve ao forno por 30 min a 200º

Receita do creme: Bata a margarina com o açúcar; adicione o café (liquido) e o ovo e a gema ao preparado e bata até obter um creme homogéneo;

Desenforme os bolos e deixe arrefecer; quando estiverem frios borrife com o licor de café; barre com uma camada de creme e sobreponha as camadas; barre toda a superficie do bolo com o creme, pique as avelãs e disponha-as por cima.

[Ementa criada a partir do livro
As Boa Receitas de Simenon e Maigret]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s