À mesa com Jorge Amado [Ementa Literária]

Frigideira de Camarão

Bobó de camarão | Cozinha Técnica

“No Unhão desfizera o trato com as duas cabrochas acertadas para ajudar Filomena no preparo do jantar da Empresa de Ônibus. Uma delas, rindo com a boca sem dentes, declarou saber fazer o trivial. A outra nem isso… Acarajé, abará, doces, moquecas e frigideiras de camarão, isso só mesmo Maria de São Jorge… Nacib perguntou aqui e ali, desceu pelo outro lado do morro. Cozinheira em Ilhéus, capaz de assegurar a cozinha de um bar, era coisa difícil, quase impossível.”
(Gabriela Cravo e Canela)

Ingredientes (para 8 pessoas): 2 kg de camarão fresco, 2 espetos de camarão seco, 2 tomates, 3 cebolas, 1 pimentão, 1 molho de coentros, 3 dentes de alho, 2 limões, sal q.b., azeite q.b., 1 pitada de farinha de trigo, 1 chávena de leite de coco grosso, 8 ovos, azeitonas verdes q.b.

Receita: Lave os camarões com limão e retire as cascas e a cabeça. Depois retire os olhos das cabeças e cozinhe-as, junto com as cascas, em 1 litro de água até apurar bem. Coe e guarde o caldo. Ponha o camarão seco de molho por uma hora e depois passe-o no moedor de carne. Refogie a cebola no azeite, junte o camarão fresco e o camarão seco ao refogado e depois os tomates, o pimentão, os coentros e o alho todos muito bem picados. Junto o caldo anterior e no final do cozimento o leite de coco. Bata bem os ovos com a pitada de farinha de trigo, junte ao refogado e leve tudo ao forno até ficar totalmente cozinhado e a superficie ficar dourada.

Escaldado de Peixe

Saiba mais sobre o robalo, o peixe destaque do mês

“Danilo pediu a Marialva que à noite servisse apenas um lanche frugal. Fora farto o almoço de lagosta fresca, escaldado de peixe e frigideira de camarão, sem falar no tira-gosto de patas de caranguejo, tudo regado a cerveja e guaraná. Vindos da praia cheios de fome, os recém-casados fizeram à refeição as honras merecidas. Danilo ensaiou um convite para o quarto mas Adalgisa estendeu-se no sofá, no mesmo instante mergulhou no sono, dormiu a tarde inteira.” (O Sumiço da Santa)

Ingredientes: 1 kg de robalo ou garoupa cortado em postas, 1/2 kg de quiabo, 1/2 kg de maxixe, 1/2 kg de jiló, 6 ovos, 5 cebolas pequenas, 3 dentes de alho, 1/2 molho de coentros, 2 limões, pimenta de cheiro q.b., 1/2 kg de farinha de mandioca

Receita: Lave o peixe com limão e tempere com sal. Lave e corte os quiabos, os maxixes e os jilós. Descasque as cebolas e os dentes de alho e depois pique finamente 1 cebola, 1 dente de alho e os coentros. Numa panela grande coloque os temperos que picou com azeite e deixe refogar. Por cima arrumer as postas de peixes e as restantes cebolas inteiras, leve novamente a panela ao lume tapada para que crie caldo e antes que cozinhe totalmente coloque os quiabos, os maxixes e os jilós com a pimenta-de-cheiro. Numa panela separada coza os ovos, depois descasque-os e quando preparo anterior depois de pronto. Noutra panela coloque a farinha e molhe com água para que inche. Sirva as postas de peixe com os legumes e os ovos, acompanhado do pirão e do caldo.

Cabrito Assado

Cabrito Assado no Forno - Culinária | Praça da Alegria | RTP

“Em companhia de Ascânio, ao meio-dia, os dois engenheiros e o fiscal da obra, comem o melhor almoço das suas vidas: pitus fritos, aferventados, escalfados com ovos, moqueca de peixe, galinha de molho pardo, cabrito assado, carne-de-sol com pirão de leite.”
(Tieta do Agreste)

Ingredientes: 1 quarto posterior de cabrito, 3 colheres de sopa de óleo ou gordura de porco. Para a vinha d’alhos: 2 chávenas de vinagre, 1 colher de sopa de sal, 7 dentes de alho, 7 folhas de louro, pimenta-do-reino q.b.

Receita: Na véspera de cozinhar o cabrito esprema os alhos e misture os restantes ingredientes da vinha d’alhos, limpe a carne do cabrito e fure-o várias vezes com uma faca fina e deixe-o de molho na vinha d’alhos. Numa assadeira coloque um pouco do óleo ou gordura, e o cabrito e regue-o com o restante da gordura e da vinha d’alhos. Asse-o em forno quente, regando-o de vez em quando com o liquido do tabuleiro. Sirva com arroz.

Bolo de Milho

Bolo simples de trigo- Receita muito fácil! - Confeiteira

“- Creio que esteve uma vez, trazido pelo Rodrigo. Todo encabulado, mal provou um cafezinho. Hoje veio por conta própria, repare no apetite.
Na mesa do chá o general Waldomiro Moreira falava alto, repetia o cefé com leite, dava uma baixa sensível no bolo de milho.”

(Farda, Fardão, Camisola de Dormir)

Ingredientes: 100 gr de farinho de trigo, 100 gr de flor de milho (fubá fino), 250 gr de açucar, 4 ovos, sal q.b., 1 colher de café de fermento em pó, 1 chávena de leite de côco grosso, farinha de trigo para polvilhar e manteiga para untar

Receita: Separe as gemas das claras e bata as gemas, o sal e o açucar na batedeira até ficar cremoso. Bata as claras em castelo e de seguida misture com as gemas e o leite de côco. Peneire a farinha de trigo, a flor de milho e o fermento e junte ao preparado anterior, incorporando tudo bem. De seguida unte a forma com a manteiga e polvilhe com a farinha e coloque a massa na forma. Leve ao forno durante cerca de 30 minutos.

Ementa criada a partir do livro
A Comida Baiana de Jorge Amado
de Paloma Jorge Amado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s