Resumo de Leituras [Maio 2020]

E já está a chegar ao fim mais um mês, tenho de admitir que este passou a correr, mal dei por ele. Entretanto, as leituras foram todas boas! Querem ver?

O Porto das Almas – Lars Kepler

Wook.pt - O Porto das Almas

Em O Porto das Almas conhecemos Jasmin, uma mulher soldado que um dia, no exercicio das suas funções, morre por alguns minutos e vai parar a uma cidade portuária, a entrada para o mundo dos mortos. Mas Jasmin salva-se e, ao voltar ao mundo dos vivos, ninguém acredita nela. Anos mais tarde o carro onde ele segue com o filho pequeno, Dante, sofre um acidente e Dante fica entre a vida e a morte. Jasmim percebe que a única alternativa para salvar o filho é voltar à cidade portuária e trazê-lo de volta. E então ela vai…
Este livro é um thriller sobrenatural que sem dúvida sai da mesmice a que estamos habituados. O livro não acabou exactamente como eu esperava, mas serviu para “me encher as medidas”. Acho que a finalização que faltou é, na verdade, um ponto positivo em vez de um negativo. Torna-o numa história mais humana, onde nem tudo é perfeito e cor-de-rosa. Livro recomendado!

 

Nos Mares do Fim do Mundo – Bernardo Santareno

Wook.pt - Nos Mares do Fim do Mundo

António Martinho do Rosário (que assumiu o pseudónimo literário de Bernardo Santareno) nasceu a 19 de Novembro de 1920, em Santarém, no Ribatejo e faleceu em Oeiras a 29 de Agosto de 1980. Foi escritor e dramaturgo. Esta obra, Nos Mares do Fim do Mundo, são os desabafos dele, a maior parte escritos durante tempo em que navegou no “David Melgueiro” como médico dos pescadores. Em jeito de diário e desabafo, este é um livro muito sincero sobre os seus medos e dúvidas. Este é um daqueles livros comoventes, que nos lembra realmente o que é ser português, que nos recorda as angústias dos homens do nosso país à beira mar plantado. Pode ser duro em algumas partes, mesmo que disfarçado sob as palavras poéticas de Bernardo. Atrevo-me a dizer que este livro merecia mais reconhecimento do que aquele que tem.
Livro adquirido através do projecto Livraria às Cegas, que podem conhecer aqui.

 

Na Sopa de Miso – Ryu Murakami

Wook.pt - Na Sopa de Miso

Em Na Sopa de Miso Kenji é um jovem japonês, que adoptou como profissão ser um guia para os turistas na cidade de Tóquio. Mas Kenji não é um guia comum, nem guia qualquer tipo de cliente. Ele guia os estrangeiros que querem conhecer Tóquio de noite, ver os seus bares, beber e… fazer sexo. E tudo corre bem até que um dia Kenji é contactado por Frank, um americano que o contrata para três noites. De início Frank até pode parecer um cliente normal, mas Kenji rapidamente se apercebe que há algo de muito, muito estranho nele. E começa a ficar com medo…
Quem entrar neste livros desavisado, como eu que tenho a mania de não ler as sinopses, é bem capaz de como eu também começar logo a duvidar de Kenji. Afinal, ele começa a desconfiar de Frank sem ter lá grandes motivos para isso. Admito que por causa dessas minhas dúvidas, quando percebi realmente o que estava a acontecer, fiquei um tanto ou quanto em choque. Até porque quando começa a cena chave deste livro, ela é bem chocante! Aos mais impressionáveis, cuidado que é muito sangue!

 

Um Homem Forte – Carol Lynn Pearson

O homem forte deste livro é o homem que caçava no tempo das cavernas, que carregava as pedras para construir as grandes pirâmides, que lutava na guerra, que trabalhava numa empresa moderna e que, no fim do dia, entregava o seu coração. É um homem que era um homem forte e que era, no fundo, todos os homens da terra. Este é um livro pequeno e singelo, com umas meras 27 páginas, metade delas repletas de ilustrações. É um daqueles livros pequenos e inspiradores, mágicos e maravilhosos que quase ninguém conhece. Eu encontrei-o por acaso, li-o em poucos minutos e adorei. Livro recomendado!

 

A História do Amor – Nicole Krauss

Wook.pt - A História do Amor

Leo Gursky está velho e espera a morte. Todas as noites bate no radiador, para dizer ao seu velho amigo que mora no andar de cima que ainda está vivo. Já não tem muito pelo que esperar. Mas a vida dele nem sempre foi assim. Sessenta anos antes, no seu país Natal, Leo apaixonou-se e escreveu um livro. Depois vieram os alemães e ele viu-se separado da mulher que amava e do livro que escrevera. Mas tanto a mulher como o livro resistem e atravessam o oceano. No tempo da nossa história Leo está velho e a jovem Alma, que perdeu o pai, foi baptizada em homenagem à Alma do livro dele, a mulher que ele sempre amou. A história do amor é uma história complexa, com dois fios condutores muito distintos. De um lado temos Leo, vitima do nazismo, apaixonado toda a vida pela velha Alma, que vive a solidão e os sofrimentos da velhice apenas com o seu amigo de infância Bruno, que reencontrou por acaso. Do outro lado temos uma jovem Alma, nomeada em homenagem à velha Alma de Leo, graças ao livro que ele escreveu. Embora ainda adolescente, esta jovem Alma têm também já em si um grande sofrimento, após a morte do pai. São personagens completas, cheias de coisas boas e más, com sentimentos fortes. Conseguimos compreendê-las. Livro recomendado!

 

O Tubarão na Banheira – David Machado

Wook.pt - O Tubarão na Banheira

Um dia, o avô do pequeno protagonista desta história parte os óculos. Mas não há motivos para preocupações pois, afinal, ele tem um par suplente lá por casa. Claro que sem os óculos ele não consegue encontrar nada e, por isso, precisa da ajuda do neto.
Ao procurar os óculos suplentes do avô, o rapaz encontra um velho aquário no sótão e decidem ir até à praia, pescar um peixe para pôr no aquário. Mas o primeiro peixe que apanham, o pequeno Osvaldo, tem aspecto de quem se sente muito sozinho na sua nova casa, e eles voltam de novo à praia, para lhe pescarem um amigo. É então que surge um tubarão. Não fosse a falta dos óculos do avô e talvez o tubarão não tivesse ido com eles, mas o velho senhor não via nada e pensou que ele era apenas um peixe muito grande. É então que começa verdadeiramente a nossa aventura…
Um Tubarão na Banheira é um livro recomendado pelo plano nacional de leitura para o 3º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada. É uma história original e fora da caixa, que nos faz dar umas boas gargalhadas ao longo do caminho. O pequeno protagonista tem uma sequência de boas ideias que afinal, se formos bem a ver, não eram assim tão boas. Caricato, divertido e que promete conquistar os leitores mais novos. Livro recomendado!

 

O Que Morre no Verão – Tom Wright

Wook.pt - O Que Morre no Verão

Em O Que Morre no Verão Jim e L. A. são primos e ambos adolescentes. Jim já vive com a avó quando, numa manhã gelada, L.A. aparece de repente à porta da casa deles, sem contar o que lhe aconteceu, e por lá fica também. Algum tempo depois, no que tinha tudo para ser um dia normal, Jim e L.A. encontram o cadáver de uma rapariga nua, a quem tinham sido cortados os seios. Esta é uma história que me conquistou pelas suas muitas facetas. O lado policial e de suspense deste livro é excelente, mas é apenas uma parte dele. Na verdade, o que mais me conquistou foram as histórias bem construídas de cada uma destas personagens, o enredo que se vai desenrolando aos poucos e nos deixa cada vez mais curiosos e de pé atrás, as voltas e reviravoltas que a história dá. O Que Morre no Verão é um livro muito bom, que superou as minhas expectativas. Um misto de thriller arrepiante, suspense, drama e, ainda assim, também uma lição de vida. Um livro que nos conta um caso ficcionado, mas que fala de duras realidades por trás. Impressionante! Livro recomendado!

 

Três com Tango – Justin Richardson e Peter Parnell

Wook.pt - Três com Tango

Em Três com Tango conhecemos a história de Roy e Silo, dois pinguins machos que vivem no zoo do Central Park. Roy e Silo são um pouco diferentes dos outros pinguins, porque estão apaixonados um pelo outro e não por uma fêmea. Juntos, constroem um ninho, encontram uma pedra e tentam chocá-la, como os outros casais de pinguins fazem com os seus ovos. Mas não nasce nada. É então que o seu tratador tem uma ideia e lhes põe um ovo no ninho. Daí, nasce a pequena Tango. Três com Tango é uma história verdadeira e muito doce e comovente. Uma história que nos fala de diferença de uma maneira muito terna e doce, que ensina sobre homossexualidade de uma forma muito leve e tratando o assunto de uma forma simples, explicando-o sem grandes complicações. Um livro que nos mostra que a diferença, afinal, não é nada de mais. Uma forma de ensinar às crianças sobre este tema que por vezes é tão polémico. Obra recomendada pelo plano nacional de leitura para crianças dos 3 aos 9 anos. Um livro maravilhoso! 5*

 

Memórias de um Gato Viajante – Hiro Arikawa

Wook.pt - Memórias de um Gato Viajante

Em Memórias de um Gato Viajante conhecemos Nana e Satoru. Nana era um gato de rua que Satoru alimentava quando podia. Até que o jovem gato acaba por ser atropelado e Satoru o socorre e acaba por o adoptar. Os dois tornam-se inseparáveis mas, anos mais tarde algo acontece e Satoru começa a procurar desesperadamente um novo dono para o seu amado gato. É aí que ambos partem, juntos, para a viagem das suas vidas. Esta é uma história agridoce. Doce porque a sua história, o encontro das personagens, o amor e o carinho entre um homem e o seu gato são verdadeiramente comoventes neste livro. Desde o início até ao fim. E amarga, claro, porque é preciso algo muito grave para fazer Satoru querer arranjar uma nova casa para o seu amigo…
Um livro maravilhoso, que promete fazer o leitor dar muitos sorrisos e, também, deixá-lo com lágrimas nos olhos. Muito recomendado!

 

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s