A História do Amor – Nicole Krauss

Wook.pt - A História do Amor
Livro Físico

“Depois de ela partir, tudo se desmoronou. Nenhum judeu estava a salvo. Corriam rumores de coisas inimagináveis, e como não se podiam imaginar, nós não acreditávamos nelas, até não termos ouro remédio e já ser tarde de mais.”

“Era uma vez um rapaz que amava uma rapariga, e o riso dela era uma pergunta que ele queria passar a vida inteira a responder. Quando tinham dez anos ele pediu-a em casamento. Quando tinham onze anos beijaram-se pela primeira vez. Quando tinham treze anos envolveram-se numa discussão e durante três semanas deixaram de se falar. Quando tinham 15 anos ela mostrou-lhe a cicatriz que tinha no peito. O seu amor era um segredo que não contaram a ninguém. Ele prometeu-lhe que jamais amaria outra mulher até morrer. […] Quando tinham dezassete anos fizeram amor pela primeira vez, numa cama de palha num palheiro. Mais tarde – quando aconteceram as coisas que eles nunca poderiam ter imaginado – ela escreveu-lhe uma carta que dizia: Quando é que vais aprender que não existem umas palavras para tudo?”

“Quero dizer isto algures: tentei ser generoso. E no entanto. Houve alturas da minha vida, anos inteiros, em que a raiva levou a melhor sobre mim. A fealdade virou-me do avesso. Havia uma certa satisfação na amargura. Cortejei-a. Vi-a à minha porta e convidei-a a entrar. Estava zangado com o mundo. E o mundo comigo.Estávamos presos num esgar de repugnância mútua. Costumava deixar as portas bater na cara das pessoas. Bufava-me sempre que tinha vontade de me bufar. Acusava os caixas das lojas de me ficarem com o troco, mesmo que tivesse o troco na mão. Até que me apercebi que estava quse a tornar-me naquele tipo de pessoas que envenenam os pombos. As pessoas atravessavam as ruas para me evitar. Era um cancro humano.”

 

Nicole Krauss (Author of The History of Love)Nicole Krauss nasceu a 8 de Agosto de 1974 em Manhattan, Nova Iorque. É escritora, autora dos romances Man Walks Into a Room (2002), A História do Amor (2005) e Great House (2010). Os seus livros já foram traduzidos em mais de 35 línguas.

Seus livros foram traduzidos para 35 idiomas.

Leo Gursky está velho e espera a morte. Todas as noites bate no radiador, para dizer ao seu velho amigo que mora no andar de cima que ainda está vivo. Já não tem muito pelo que esperar. Mas a vida dele nem sempre foi assim. Sessenta anos antes, no seu país Natal, Leo apaixonou-se e escreveu um livro. Depois vieram os alemães e ele viu-se separado da mulher que amava e do livro que escrevera. Mas tanto a mulher como o livro resistem e atravessam o oceano. No tempo da nossa história Leo está velho e a jovem Alma, que perdeu o pai, foi baptizada em homenagem à Alma do livro dele, a mulher que ele sempre amou.

A história do amor é uma história complexa, com dois fios condutores muito distintos. De um lado temos Leo, vitima do nazismo, apaixonado toda a vida pela velha Alma, que vive a solidão e os sofrimentos da velhice apenas com o seu amigo de infância Bruno, que reencontrou por acaso. Do outro lado temos uma jovem Alma, nomeada em homenagem à velha Alma de Leo, graças ao livro que ele escreveu. Embora ainda adolescente, esta jovem Alma têm também já em si um grande sofrimento, após a morte do pai. São personagens completas, cheias de coisas boas e más, com sentimentos fortes. Conseguimos compreendê-las.

O final para mim não ficou totalmente claro, acho que deixou algumas pontas soltas, mas no geral foi uma boa leitura. A escrita é boa e a leitura fluí, a história é muito bonita e o amor que sentem todas estas personagens comovente.

Livro recomendado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s