Crónica de uma Morte Anunciada – Gabriel García Márquez

Wook.pt - Crónica de uma Morte AnunciadaLivro Físico
Ebook [Br]

“Bastava fechar os olhos para vê-lo, ouvia-o respirar no mar, acordava-a a meio da noite o calor do seu corpo na cama. Em fins dessa semana, sem ter conseguido ter um md.inuto de sossego, escreveu-lhe a primeira carta.”

“Estava tão perplexo com o enigma que lhe tocara em sorte, que frequentemente incorreu em divagações líricas contrárias ao rigor do seu ofício. Acima de tudo nunca lhe pareceu legítimo que a vida se servisse de tantos acasos proibidos à literatura, para que viesse a cumprir-se sem entraves uma morte tão anunciada.”
.

Gabriel García Márquez – Wikipédia, a enciclopédia livreGabriel García Márquez nasceu a 6 de Março de 1927 em Aracataca, na Colômbia. Era filho de Gabriel Eligio García e de Luísa Santiaga Márquez, que tiveram ao todo onze filhos.  A sua reputação é inigualável. As suas obras inserem-se no realismo mágico, um estilo literário que fica entre a realidade e a fantasia, as experiências reais e os sonhos, tocando nos dois mundos. Foi o vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 1982.

Em Crónica de Uma Morte Anunciada conhecemos Santiago Nasar e as suas últimas horas de vida. Acusado de desonrar a jovem Angela Vicario que foi devolvida pelo marido após a noite de núpcias por não ser virgem, Santiago é morto por Pedro e Pablo, gémeos, irmãos de Angela. Esta história conta como se passou tudo isso e as incríveis coincidências que se deram para que tal não fosse evitado, apesar das várias oportunidades.

Este é um livro curto, que se lê de um trago e que descreve em pormenor um período de poucas horas. Sabemos, desde o início, que Santiago morreu e descobrimos os motivos pouco depois. Tudo o resto é como se fosse a investigação de um detective. Vista por vários pontos de vista, esta morte é apresentada ao leitor como algo inevitável. Coincidência atrás de coincidência, tudo se conjuga para que Santiago morra. Doloroso, curioso, interessante, sem grandes sentimentalismos. E um pouco arrepiante.

Por provar fica a culpa ou a inocência de Santiago. Cada leitor tirará as suas próprias conclusões, diria eu, e eu adoro livros que dão essa hipótese aos leitores.

Livro recomendado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s