Sophia de Mello Breyner Andresen [Autor do mês]

Resultado de imagem para sophia de mello breyner

Sophia de Mello Breyner Andresen nasceu no Porto a 6 de Novembro de 1919, cidade onde passou a sua infância.

Resultado de imagem para sophia de mello breyner e os filhosEra filha de Joana Amélia de Mello Breyner e de João Henrique Andresen, de origem dinamarquesa. Foi dirigente de movimentos universitários católicos quando frequentava Filologia Clássica na Universidade de Lisboa.

Colaborou na revista “Cadernos de Poesia” e demonstrou uma forte atitude política liberal, apoiando o movimento monárquico e denunciando o regime salazarista e os seus seguidores. Ficou célebre com a canção de intervenção dos Católicos Progressistas, a sua “Cantata da Paz”, também conhecida e chamada pelo seu refrão: “Vemos, Ouvimos e Lemos. Não podemos ignorar!”

Casou-se em 1946 com Francisco Sousa Tavares, jornalista, politico e advogado, com quem teve cinco filhos.. É mãe de Miguel Sousa Tavares, conhecido jornalista e escritor.

Imagem relacionada

Foi tradutora e membro da Academia das Ciências de Lisboa mas distinguiu-se verdadeiramente foi como contista e autora de livros infantis. Foi a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999. Foi também galardoada com o Grande Prémio de Poesia pela Sociedade Portuguesa de Escritores, com um Doutoramento Honoris Causa em 1998 pela Universidade de Aveiro e com o Prémio Rainha Sofia, em 2003.

A sua obra apresenta uma forte ligação ao mar e aos seus mistérios, à natureza, à vida e à morte. Escreve de uma forma muito portuguesa, muito tocante, como se cada linha tivesse um pouco de saudade.

Faleceu aos 84 anos, no dia 2 de Julho de 2004, em Lisboa. Foi inicialmente sepultada no Cemitério de Carnide mas a 20 de Fevereiro de 2014, a Assembleia da República decidiu homenagear a escritora e Sophia foi transladada para o Panteão a 2 de Julho de 2014.

Obras

Resultado de imagem para sophia de mello breyner

  • Poesia
  • O Dia do Mar
  • Coral
  • No Tempo Dividido
  • Mar Novo
  • Livro Sexto
  • O Cristo Cigano
  • Geografia
  • Grades
  • 11 Poemas
  • Dual
  • Antologia
  • O Nome das Coisas
  • Navegações
  • Ilhas
  • Musa
  • Signo
  • O Búzio de Cós
  • Mar
  • Primeiro Livro de Poesia
  • Orpheu e Eurydice
  • Contos Exemplares
  • Histórias da Terra e do Mar
  • A Menina do Mar
  • A Fada Oriana
  • A Noite de Natal 
  • O Cavaleiro da Dinamarca
  • O Rapaz de Bronze
  • A Floresta
  • O Tesouro
  • A Árvore 
  • O Bojador
  • O Colar
  • O Azeiteiro
  • Filho de Alma e Sangue
  • Não chores minha Querida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s