Haikus – A Poesia Tradicional Japonesa [Especial Mês da Poesia]

Um Haiku é uma forma de poesia tradicional japonesa, em que cada poema é composto por três versos com 17 sílabas ou fonemas. É uma arte poética pouco conhecida no nosso país, apesar dos portugueses terem sido o primeiro povo europeu a chegar ao Japão. Com raízes em géneros poéticos anteriores, desenvolveu-se no século XVII por acção do poeta Matsuo Bashô. É um género poético que privilegia, muitas vezes, a relação homem-natureza. Repleto de simplicidade, ritmo e beleza, não contém rimas.

Não se sabe ao certo quando surgiu a poesia no Japão. Contam as lendas que os primeiros poemas, predecessores dos haikus, foram escritos por deuses chamados
kami, palavra japonesa para designar os seres sobrenaturais da religião xintoísta.

Matsuo Bashô viveu numa época de fecho do Japão em que a entrada e a saída de estrangeiros estava limitada. Isso levou a que existisse um forte desenvolvimento das artes nacionais, incluindo a poesia e a ilustração. À arte de ilustrar um haiku chama-se haiga.

Haikus

polvilho os meus ouvidos
com incenso
e assim ouço melhor o cuco

*

quero contemplar uma flor
à primeira luz do dia
para ver a face de um deus

*

o coração viajante não se enraíza
antes quer ser
braseira ambulante

in “O Eremita Viajante”, de Matsuo Bashô

 

 

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s