Lançamentos Literários Debaixo de Olho

Wook.pt - O Rapaz que Seguiu o Pai para AuschwitzO Rapaz que Seguiu o Pai para Auschwitz – Jeremy Dronfield

Em tempos da 2ª Grande Guerra Mundial, Gustav e Fritz são dos primeiros judeus austriacos a serem presos. Pai e filho começam então na dura luta pela sobrevivência do campo de concentração. É o amor que os une e que, muitas vezes, os ajuda a sobreviver. Mas é então que Gustav, o pai, recebe ordem de transferência para Auschwitz, uma sentença quase certa de morte. O que poderá Fritz fazer?

 

 

Wook.pt - Estórias de Dentro de Casa

Estórias de Dentro de Casa – Germano Almeida

Vencedor do Prémio Camões em 2018 chega-nos agora esta reedição de Germano de Almeida que promete dar-nos um renovado olhar sobre os homens e as mulheres na sua essência. Aqui encontramos três novelas,  “In memoriam”, “As mulheres de João Nuno” e “Agravos de um artista”.

 

 

Wook.pt - Carta à Minha FilhaCarta à Minha Filha – Maya Angelou

Maya Angelou não tem nenhuma filha. Neste livro, que ela dedica à filha que nunca teve, Maya escreve para todas as mulheres, que ela assume como filhas. Um livro para nos fazer pensar nas dores e nos amores da vida, nas diferenças e semelhanças entre todas nós. Repleto de histórias, memórias e poesia.

 

Wook.pt - O SabotadorO Sabotador – Andrew Gross

Os Aliados descobrem que os nazis estão perigosamente perto de construir uma arma decisiva para o desfecho da guerra Até onde irão para os impedir? Conseguirão? Mais um livro sobre a 2ª Grande Guerra Mundial, um tema que nunca sai da minha lista. Vai ser, muito provavelmente, uma das minhas leituras de fevereiro. Curiosos?

 

 

Wook.pt - Tu és Meu!Tu és Meu! – J. L. Butler

Francine sempre fez tudo bem, principalmente quando o assunto é a carreira. Até ao dia em que surge Martin Joy, o seu novo cliente.
Já se apaixonou por alguém que não devia?

 

 

Wook.pt - O Dia em que Perdemos a Cabeça

 

O Dia em que Perdemos a Cabeça – Javier Castillo

Um homem caminha nu pelas ruas de Boston na véspera da Natal, trazendo nas mãos a cabeça decapitada de uma jovem mulher. Começa então uma investigação que une passado e presente e promete prender os leitores do inicio ao fim da história. Um livro cheio de referências literárias e um dos grandes lançamentos deste inicio de ano.

 

 

Wook.pt - Clube de Combate FeministaClube de Combate Feminista – de Jessica Bennett 

Ai ai que eu já estou a escolher lançamentos polémicos. Mas não resisti. A verdade é que o mundo ainda é sexista sim, ainda mais no mundo do trabalho. Se este livro é bom, isso, eu ainda não sei: há grandes probabilidades de que seja óptimo, outras tantas de que seja péssimo. Isto de misturar humor e sexismo tem muito que se lhe diga. Mas é claramente um livro que quero espreitar. A ver vamos…

 

 

O Médico de Estalinegrado – Heinz G. Konsalik Wook.pt - O Médico de Estalinegrado

Quando aquele médico voltou da Rússia, onde estivera como prisioneiro de guerra, algo quase inexplicável aconteceu: um homem que não falava de si, que não tinha outro desejo senão o de voltar à sua profissão, via, de repente, o seu nome pronunciado por toda a gente.
A notícia chegara à Alemanha há já algum tempo e rapidamente se espalhara: um médico que se havia sacrificado pelos seus companheiros dos campos de concentração, um homem de quem jamais se ouvira falar, estava agora de regresso à pátria…

 

Wook.pt - MariposaMariposa – Yusta Mardini

Yusra Mardini abandonou a Síria em 2015, com apenas 17 anos, depois de uma bomba destruir o telhado da piscina onde costumava treinar. Embarcou num bote sobrelotado de refugiados em direcção à costa da Turquia. Quando a embarcação se começou a afundar, Yusra tomou uma decisão arrojada que mudou a sua vida e salvou os restantes passageiros: atirou-se ao mar para fazer avançar o bote até à costa de Lesbos. Neste livro ela vem contar a sua história, desde a devastação a que viu a sua terra sujeita até à sua ida aos jogos olímpicos.

 

Maria, Rainha dos Escoceses – John GuyWook.pt - Maria - Rainha dos Escoceses

Rainha desde os doze dias e vivendo na corte francesa desde os cinco anos, Maria Stuart tinha dezasseis quando se tornou rainha de França, dezassete quando ficou viúva; e dezoito quando voltou à Escócia para desempenhar o seu papel de rainha numa terra conturbada. Fugindo às ideias preconcebidas sobre esta personagem, o autor através de um estudo minucioso retrata uma rainha astuta e consciente, que regressa à sua Escócia natal para reclamar o trono, sob o domínio da prima Isabel I de Inglaterra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s