A maldição: Duma Key – Stephen King

 

SINOPSE

Um terrível acidente num estaleiro faz com que Edgar Freemantle perca o braço direito e fique profundamente afectado, quer na memória, quer no espírito. Quando inicia a penosa convalescença, o sentimento que o domina é a raiva. O casamento, do qual tem duas filhas maravilhosas, chega bruscamente ao fim. Pensa no suicídio. O doutor Kamen, amigo e psicólogo, sugere uma «cura geográfica», uma vida nova num lugar distante.
Edgar vai viver para uma casa alugada em Duma Key, uma ilha meio selvagem e de uma beleza fascinante, ao largo da costa da Florida. O ocaso sobre o Golfo do México e o murmúrio das conchas fazem-no vibrar, e Edgar sente a necessidade de desenhar.
Trava conhecimento com Wireman, um homem que tal como ele também sofreu muito e se mostra relutante a expor as suas feridas e com Elizabeth Eastlake, uma senhora idosa e doente cujas origens se encontram indissoluvelmente associadas a Duma Key.
Edgar pinta arrebatadamente e o talento que revela tem tanto de fascinante como de perigoso. Alguns dos seus quadros estão imbuídos de um poder impossível de controlar. Quando o passado de Elizabeth vem a lume e se revelam os fantasmas da sua infância, o seu poder de destruição é devastador.

***

Quem me conhece sabe que sou fã de histórias de terror. Mas as histórias de terror têm um problema: é difícil sair da mesmice! Principalmente nos filmes, o enredo ronda quase sempre o mesmo: um assassino sanguinário que mata todos menos um, um espirito enfurecido, uma casa assombrada…

Se há algo que se pode dizer sobre este livro de Stephen King é que ele consegue sair da mesmice. Edgar está longe de ser a personagem perfeita, é um homem enfurecido em busca de si próprio que comete muitos erros. Wireman chega a ser caricato, mas é uma personagem que facilmente nos cativa.

Outro ponto forte da história é sem dúvida a quantidade de detalhes e de situações. O presente e o passado encaixam perfeitamente levando-nos a conhecer Edgar e Wireman mas também a velha Elizabeth e a sua familia perdida e, no fim, não fica nenhuma situação por resolver.

A realidade, o sobrenatural e o surrealismo misturam-se de tal maneira nesta história que é difícil perceber onde começa um e termina o outro.

É um óptimo livro para quem gosta de histórias de terror e não tem medo de livros longos.

Livro na Wook

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s