Aprender língua gestual portuguesa

Hoje vim falar-vos sobre a minha entrada neste mundo da língua gestual portuguesa. A quem não sabe, eu trabalho com o atendimento ao público e sempre achei que a acessibilidade igualitária para todos era uma falha geral na maioria dos serviços de atendimento ao público no nosso país. Então, decidi tentar minimizar essa exclusão e comecei por uma ponta do icebergue: a língua gestual portuguesa.

Já tenho atendido pessoas surdas ou com dificuldades de audição e apesar de normalmente até conseguirmos fazer com que a coisa resulte, a verdade é que nunca ninguém fica totalmente satisfeito. Ao mesmo tempo não consigo deixar de pensar que teriamos muito mais visitas e uso por parte desta parte da população se conseguissemos garantir o atendimento adequado. E agora vamos à parte que interessa: como aprender língua gestual portuguesa?

A melhor forma é, claro, um curso ou formação paga, certificada e onde temos a garantia de que aprendemos o que é realmente necessário. Mas isso não era uma opção de momento para mim. Por isso comecei a pesquisar recursos para estudar e aprender de forma gratuita e é isso que vos venho apresentar hoje. Espero que seja útil!

New School

Início

A New School é uma entidade de cariz social que pretende ajudar a desenvolver a capacidade pessoal e a sociedade. Para tal, têm diversas formações quer gratuitas quer pagas. A formação de língua gestual é gratuita, eu inscrevi-me e tenho a dizer, é excelente! Além do óbvio dá também uma boa “base teórica” que é bem capaz de nos impedir de cometer algumas asneiras. O ato de inscrição envolve alguma burocracia, mas não desistam por que vale a pena. Também não é sempre que as inscrições estão abertas, mas é irem estando atentos…

Escola Virtual LGP

A Escola Virtual LGP é uma iniciativa da Associação de Surdos do Porto em parceria com a Escola Superior de Educação de Coimbra. Nesta escola virtual disponibilizam uma vasta oferta formativa de língua gestual portuguesa, com diferentes niveis de aprendizagem. O site esteve em baixo durante algum tempo mas já voltou ao activo e os videos estão a ajudar-me muito neste processo de aprendizagem. Só é preciso fazer o registo no site e o acesso é totalmente gratuito! Recomendo!

Dicionário Infopédia de Língua Gestual

infopédia

A infopédia é um dicionário online criado pela porto editora. Provavelmente já deu por si a pesquisar alguma coisa nele. O que muitas pessoas não sabem é que a infopédia também tem um dicionário de Língua Gestual! Basta pesquisar a palavra que quer aprender e irá encontrar o video que mostra como se faz! Que tal?

Youtube

Todos nós já usamos o youtube. Eu tenho visto aqui alguns videos bastante úteis, mas a verdade é que neste aspecto é preciso ter cuidado. Há mitos videos que não são de língua gestual portuguesa mas de outras línguas gestuais, ou mesmo alguns que dizem ser mas onde os gestos não estão bem feitos. Deixo o link de alguns que são confiáveis e uma boa base:

Alfabeto gestual
Números
Saudações
Cores
Dias da semana e meses

Curiosidades sobre a Língua Gestual Portuguesa

Não se diz linguagem gestual, o termo está incorrecto. Diz-se Língua Gestual. Da mesma forma, também não se usa o termo surdo-mudo. O termo correcto é surdo, uma vez que exceptuando alguns casos muito raros, a maioria dos surdos consegue emitir sons ou mesmo falar, não sendo portanto, mudos.

Cada país tem a sua própria língua gestual. Ao contrário por exemplo do português e do brasileiro falado, em que as línguas são “línguas irmãs” e portanto os falantes se compreendem mutuamente, uma pessoa que fale língua gestual portuguesa mas não libras (a língua gestual do Brasil) não vai compreender o que é dito em libras e viceversa. Tal deve-se à origem de cada língua.

A língua gestual portuguesa é uma das três línguas oficiais de Portugal, a par com o português e o mirandês. Foi instituída como língua oficial em 1997.

A língua gestual portuguesa foi desenvolvida pelo sueco Pär Aron Borg, pioneiro na educação de cegos e surgos. Por isso a língua gestual portuguesa tem semelhanças com a língua gestual sueca.

Não existe até agora uma língua gestual universal, mas especialistas tem estado a começar a desenvolver alguns signos comuns, para facilitar a comunicação.

Em língua gestual podemos dizer o nosso nome próprio através das letras do alfabeto mas como soletrar o nome sempre que tal era necessário podia ser trabalhoso e demorado foram criados os nomes gestuais. O nome de uma pessoa é sempre dado/criado por alguém da comunidade surda a partir de uma caracteristica da pessoa a quem vai ser dado como por exemplo o uso de óculos, a cor dos olhos ou o tipo de cabelo.

A sintaxe da língua gestual portuguesa é diferente da sintaxe do portugês falado. Por exemplo em português diriamos “Eu vou para o trabalho” em LGP diz-se “trabalho eu vou”

Apesar de felizmente ser algo raro, os surdos cegos existem e isso não é uma condenação perpétua a uma vida vazia. O tipo de comunicação vai depender de cada caso. Por exemplo se for uma pessoa cega que fique surda, ela possivelmente vai conseguir continuar a falar e a ler em braille. Se for uma pessoa surda que fica cega, vai conseguir continuar a expressar-se através de língua gestual e pode compreender os outros “vendo” os seus gestos através do tato. O mais dificil é quando a pessoa nasce já cega e surda. Sobre este tema recomendamos o filme O Milagre de Anne Sullivan.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s