Livros Infanto-Juvenis que todos os adultos deviam ler

Wook.pt - O PrincipezinhoO Principezinho – Antoine de Saint-Exupéry

O maior dos clássicos infantis, o Principezinho, é um dos livros mais reconhecido no mundo. A história do pequeno principe que vivia num asteróide e da sua viagem pelo espaço, embala a imaginação dos mais novos mas é preciso ser-se adulto para compreender totalmente as lições deste livro. E, quem sabe, aprender a não deixar de ser criança.

“Só se vê bem com o coração.
O essencial é invisível aos olhos.”

 

 

Wook.pt - O Meu Pé de Laranja Lima

O Meu Pé de Laranja Lima – José Mauro de Vasconcelos

Esta é a  história do pequeno Zéze e da sua infância difícil, da maneira como descobriu o significado da ternura e de como, de repente, perdeu o que tinha de mais importante. O meu livro preferido de sempre, esta obra conta a história veridica da infância do autor e põe qualquer um a chorar baba e ranho em menos de nada. Uma história linda, que todos deviam ler, mas uma história muito sofrida.

 

 

Wook.pt - O Mundo de SofiaO Mundo de Sofia – Jostein Gaarder

Traduzido em mais de 50 países esta obra conta-nos uma aventura filosófica, que põe em cena um professor de filosofia e uma jovem de catorze anos, que percorrem a história do pensamento ocidental, sem excluir alguns dos seus mitos e lendas e fazendo breves incursões pelas filosofias orientais.
Aqui as perguntas principais são “Quem és tu?” e “De onde vem o mundo?”.

 

Ponte para Terabítia – Katherine PatersonWook.pt - Ponte para Terabithia

«A Leslie chamou «Terabithia» à sua terra secreta, e emprestou ao Jess todos os livros que tinha sobre Nárnia, para que ele aprendesse como as coisas se passavam nos reinos mágicos…» Esta é a história de uma amizade que muda as vidas da Leslie e do Jess, dois estudantes do quinto ano que acreditam que no coração do bosque existe num mundo de aventuras chamado «Terabithia». Um livro cheio de aventuras que nos vem lembrar que nem todas as histórias terminam bem…

 

 

Wook.pt - Harry Potter e a Pedra FilosofalHarry Potter – J.K. Rowling

Harry Potter, o personagem dos livros de J. K. Rowling, não é um herói habitual. É apenas um miúdo magricela, míope e desajeitado com uma estranha cicatriz na testa. Estranho porque afinal encerra misteriosos poderes que o distinguem do cinzento mundo dos muggles (os não-mágicos) que irão fazer dele uma criança especialmente dotada para o universo da magia. Admitido na escola Howgarts onde se formam os mais famosos feiticeiros do mundo, Harry Potter vive aventuras estonteantes. Um grande sucesso editorial que os mais jovens adoram e que apetece também aos adultos.

 

Wook.pt - Alice no País das Maravilhas

Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll

Alice no País das maravilhas é provavelmente o livro de fantasias mais famoso de todos os tempos. Nas aventuras da pequena Alice, tudo é possível, tudo é maravilhoso, e na sua jornada desde que cai pela toca do coelho, a menina encontra personagens inesquecíveis e que povoam os sonhos da nossa infância, como o Coelho Branco que anda sempre atraso, o Gato de Cheshire que não pára de rir, o Chapeleiro Louco, ou a Rainha de Copas, uma monarca com muito mau feitio e especial apetência por decapitações. Um livro capaz de pôr a sonhar tanto os mais novos como os mais velhos…

 

 

 

Olá! Está aí alguém? – Jostein Gaarder

Wook.pt - Olá! Está aí Alguém?

Um menino de oito anos está à espera da chegada de um irmãozinho que vai nascer… Chama-se Joakim. Nessa noite fica sozinho em casa e é então que, ao olhar pela janela, vê outro menino pendurado de cabeça para baixo numa macieira do seu quintal. Acontece que esse outro menino, Mika, vem de um planeta distante e nasceu dentro de um ovo. Juntos interrogam-se sobre todos os mistérios que se escondem por detrás das coisas que o nosso olhar distraído considera «normais». Descobrem que mais importantes que as respostas são as perguntas e que tudo o que existe é um fragmento do grande enigma que ninguém consegue resolver.

 

E mais…

Resultado de imagem para histórias de adormecer para miúdas rebeldes

Resultado de imagem para o jardim secreto wook

Imagem relacionada

Imagem relacionada

Resultado de imagem para livro infantil monstros

3 comments

  1. Olá Anabela,
    Permite-me apenas alguns apontamentos.
    Pese embora actualmente vários títulos serem considerados de “literatura Juvenil”, a intenção dos autores, quando as escreveram, não era essa.
    Sabe-se que Saint-Exupéry afirmava que o Princepezinho teria sido escrito como uma metáfora e destinado a adultos. É um livro que poucos entendem a sua profundidade e o conceito de ser juvenil faz com que os miúdos o leiam e não o compreendam.
    O Mundo de Sofia é uma viagem ao mundo da Filosofia e o facto de estar associado ao público juvenil faz com que muitos adultos não peguem nele. É um erro!
    Finalmente, A Alice. O autor trata de um problema que efectivamente muitas crianças têm, que é ver as coisas agigantarem-se ou diminuírem. Muitos consideram que o autor quis abordar uma desordem que na altura não tinha sido estudada mas que actualmente dá-se o nome de despersonalização. O que se sabe é que a inspiração chegou-lhe através de uma menina chamada Alice que seria filha de uns amigos e que sofria disso. Ele escreveu então essa obra para mostrar que se podia “brincar” com o problema. Foi através do livros que os psiquiatras começaram a encarar o problema de forma sério e, hoje em dia é um livro que muitos médicos recomendam a quem sofra do problema que, repito, geralmente acontece na infância e que passa com o tempo.

    Liked by 1 person

  2. Mas Alice contém outros pormenores mais obscuros e que poucos têm coragem de abordar.
    Lewis Carrol nunca se casou e sabe-se que ela gostava de fotografar crianças, meninas… e que tinha uma obsessão por Alice.
    Obviamente que seria exagero dizer-se que o homem seria pedófilo mas, hoje em dia, que nome he dariam?
    Entendes onde quero chegar?
    É um livro cheio de pormenores e que é erróneo ser catalogado como infantil porque está cheio de factos para serem analisados. Em todo o caso, hoje em dia, é considerado literatura infantil/juvenil.

    Liked by 1 person

  3. Olá Miguel!

    Entendo perfeitamente! Foi mesmo por essa lado adulto que eles têm que decidi fazer este post.

    Sinto que muitas vezes as pessoas evitam lê-los pelo simples facto de eles actualmente terem este rótulo infanto-juvenil, mas a verdade é que são recomendados para adultos também sim.

    Têm metáforas e significados mais profundos do que muita gente pensa 😉

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s