13 anos para sempre, Marion – Nora Fraisse

Wook.pt - 13 Anos para Sempre, Marion

Livro Físico

“Uma vez que foi a nossa vida que destroçaste, que sufocaste, pensei imediatamente, com angústia, porque razão não falavas de nós na tua carta. Nem uma palavra, Marion. Como se não existissemos, como se não contássemos. Estupefacta, boquiaberta, diante da polícia, exclamei: «Mas a carta não fala de nós! Como é possível? Porque é que ela não fala de nós, da sua família? Já não existiamos, ela já não nos amava? Porque se suicidou por estes imbecis?»
Falei sobre isso com os psicólogos que depois nos deram apoio. Porquê, sim, porquê riscar-nos do panorama? Explicaram-nos: «É porque vocês não faziam parte do seu sofrimento.»”

Nora Fraisse | Planeta de Livros
Nora Fraisse

Nora Fraisse perdeu a sua filha Marion quando, com 13 anos, a jovem se suicida para pôr fim ao bullying que sofria. Antes de se enforcar a jovem enforca simbolicamente o seu telemóvel. A mãe, destroçada, procura incessantemente por respostas, mas que respostas pode haver para uma situação tão extrema como esta? Nora escreveu 13 anos para sempre, Marion e mais tarde fundou a associação Marion Fraisse – La Main Tendue para ajudar crianças e jovens vitimas de bullying.

É difícil decidir exactamente o que dizer sobre este livro. Se há algo que não podemos esquecer, é que é uma história real. É sobre bullying, um bullying extremo que leva uma jovem de 13 anos a enforcar-se no quarto quando os pais não estão em casa. Isso é suficientemente assustador e arrepiante para começar a falar sobre este livro.

Nora não é uma escritora. Este livro não está escrito de forma literária. Ela escreve com fúria, com velocidade, como se se dirigisse à sua filha para lhe dizer tudo o que não conseguiu dizer. Angustia, dói, magoa.

Foi um livro que me tocou profundamente, talvez por eu também ter passado por situações de bullying. Entretanto, não acho que alguém o consiga ler e seguir em frente como se nada fosse, principalmente se tiverem crianças e adolescentes a cargo. A forma como o bullying passou despercebido no seio familiar e depois o destruiu, como tanta gente sabia e ninguém fez nada, como tudo chegou àquele ponto, causa uma preocupação tremenda em qualquer leitor. Como é possível?

Um livro dramático, uma situação terrível e a que todos (pais ou não) deviamos estar atentos. Impressionante! E verídico!

Muito recomendado!

2 comments

  1. Não conhecia mas vou buscar em breve. Como mãe preocupa-me bastante que os meus filhos passem por estas situações. Não só como vítimas mas que possam de alguma forma magoar ou ser maus para os outros.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s